contato@raislife.com

Descubra os principais hábitos que auxiliam a prevenção da gengivite

Segundo a OMS, a gengivite atinge cerca de 90% da população mundial e é considerada a doença que mais causa perda dental no mundo. Leia este artigo para descobrir as principais práticas de prevenção.

A gengivite, também conhecida como periodontite, é uma doença causada por placas bacterianas que ficam acumuladas na região da gengiva. Quando não são expelidas por escovação ou outro método, podem se transformar em inflamações dentárias graves, causando até mesmo a perda dental.

Essas placas bacterianas concentradas entre os dentes, provém de resíduos de alimentos ingeridos que ficam acumulados na região da boca – por isso a importância da higiene bucal após as refeições.

O problema da gengivite não é nem a doença em si, que é tratável quando se busca uma ajuda cedo, mas sim, no que ela pode se transformar caso não dê atenção aos sintomas.
Problemas cardíacos, problemas pulmonares, mau hálito, inflamação dos tecidos em volta dos dentes, perda óssea e consequentemente perda dental, são alguns dos efeitos da gengivite mal curada.

Confira agora os sintomas e como evitar a presença da gengivite.

Principais sintomas
Como saber se você está com gengivite? É comum, por exemplo, confundirem os sintomas da gengivite com outras doenças dentárias, por isso preste bem atenção em como anda sua saúde bucal.

De toda forma, é preciso de um acompanhamento médico para que o diagnóstico seja feito da forma correta. Mas, selecionamos alguns dos sintomas mais comuns, que são apresentados na maioria das pessoas diagnosticada com gengivite.

• Mau hálito: por se tratar de uma doença que envolve placas bacterianas, apresenta um odor específico que é considerado como mau hálito na boca ou sensação de gosto ruim.
• Sangramento das gengivas: as gengivas ficam muito sensíveis e vermelhas, podendo haver sangramento na hora da escovação.
• Recuo da gengiva: quando os dentes aparentam estarem mais alongados, isso é um problema, porque indica que a gengiva se retraiu e provocou uma redução do espaço de cobertura do dente, deixando-o exposto.
• Pus entre os dentes: algumas pessoas ainda apresentam um certo tipo de pus visível localizado entre os dentes e a gengiva, que provoca dores e também mau hálito.
• Dentes soltos: quando a gengiva se retrai, os dentes podem ficar aparentemente soltos por falta de proteção necessária. Isso pode causar a perda do dente.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.