contato@raislife.com

Confira o que há de novo por aqui.

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Siga no instagram

Raislife

@raislifecom
Viva saudável em todos os sentidos da vida
Vida | Saúde | Negócios

Envie uma mensagem para o nosso WhatsApp para contato e parcerias.

cursos

Curta no face

Novembro Azul

NOVEMBRO AZUL – PSA total – PSA livre

Uma vez que não existe cura para o câncer de próstata, detectar a doença enquanto ela esta localizada, confinada ao órgão, é a melhor esperança de melhorar a taxa de mortalidade de pacientes afetados.

O toque retal não provê a desejável sensibilidade e especificidade para a detecção precoce do câncer de próstata. A ferramenta clínica mais efetiva para o diagnóstico e monitoramento do câncer de próstata é o teste de porcentagem de antígeno prostático específico livre (PSA).

Hoje, há um consenso de que não havendo nenhuma terapia curativa, quando a doença extrapola os limites do órgão, a melhor maneira de melhorar as taxas de mortalidade desta doença é detecta-la enquanto está num estágio localizado, confinada ao órgão. Determinar o modo mais efetivo e apropriado de se alcançar este objetivo tem sido o ponto de discussão há anos na urologia. Por décadas, os urologistas acreditaram que o toque retal (TR) era suficiente para detectar e monitorar o câncer de próstata.

No entanto, o tempo provou que o TR não supre a especificidade e sensibilidade desejáveis para uma detecção precoce da doença. O desafio de se detectar o câncer de próstata num estágio inicial e curável levou à descoberta de uma glicoproteica, conhecida hoje como antígeno prostático especifico (PSA).

Vários estudos têm mostrado que o PSA sozinho detecta um número de malignidades maior do que o toque retal ou qualquer outro parâmetro isolado.

O PSA não somente trouxe um nova era para a detecção do câncer de próstata, como também se posicionou como a ferramenta mais confiável no diagnostico e monitoramento de câncer.
Apesar de tudo, o PSA total  não é especifico para câncer e por si só não pode ser considerado o marcador tumoral perfeito para a detecção precoce deste tipo de câncer.

Recomendamos para você:  Você fica muito tempo sentado? Sabia que isso pode afetar a sua memória?

Mais recentemente, introduziu-se a dosagem da fração livre do PSA  como uma tentativa de melhorar a especificidade do PSA, enquanto preserva sua sensibilidade.
Como algoritmo da detecção precoce do câncer de próstata deve ser utilizado o PSA Livre / PSA total .

Através deste algoritmo se determina se a  hiperplasia é benigna, diminuindo a realização de biópsias.

A dosagem do  PSA total e Livre  tornou-se  o marcador tumoral clinicamente mais útil para a detecção precoce e classificação do câncer de próstata, tanto quanto no monitoramento da resposta à terapia.

By  Dr. Brun  02/11/2016

O que achou deste conteúdo?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Also published on Medium.

comente o que achou do conteúdo

Compartilhe