Antidepressivos podem favorecer ou blindar o desenvolvimento de alzheimer?

Pesquisas apontaram correlação entre pessoas que tomam antidepressivos e o alzheimer

O alzheimer é uma doença que gera muita preocupação, por sua cura ainda não ter sido descoberta, e nem uma causa determinante conhecida. Entre as informações que circulam sobre a doença está a de que medicamentos para depressão podem proteger o cérebro do alzheimer. Será? Também há informações exatamente sobre o contrário: que os antidepressivos, na verdade, promovem a doença neurodegenerativa.

Não há comprovação de que remédios para depressão causam alzheimer. Algumas pesquisas já chegaram a apontar a correlação entre pessoas que tomam antidepressivos e o alzheimer, entretanto, a depressão em si está mais ligada ao alzheimer do que os remédios, devido à inflamação nos neurônios causada pelo estado depressivo, pelo mau humor e pela irritabilidade. Quando essas inflamações são constantes, podem levar ao desenvolvimento de doenças neurodegenerativas, como o alzheimer.

Entre outros sintomas, a depressão é caracterizada pela perda de interesse por diversas atividades. Isso acontece porque o cérebro é muito adaptativo, e se a pessoa não se interessa por nada ou usar pouco a mente, ele entende que algumas de suas funções não são mais necessárias e começa um processo de “desligamento”.

O antidepressivo pode proteger os neurônios e evitar o Alzheimer?

Se o medicamento age para combater a depressão, ele impede a inflamação crônica dos neurônios e, consequentemente, a degeneração do cérebro… Mas na prática não funciona bem assim, pois, como qualquer droga com fins médicos, o objetivo do antidepressivo é reestabelecer o funcionamento normal do organismo.

Desta forma, ele não age para blindar os neurônios, apenas garantir que eles funcionem corretamente. Portanto, não podemos afirmar que antidepressivos evitam o alzheimer.

Com informações do site – Viva Bem – UOL

Recomendamos para você:  Verão chegando? Nutricionista dá dicas de alimentos para desintoxicar o organismo!

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

NOSSA MISSÃO:
Ser um sistema global de armazenamento de informações de saúde on-line, colaborativo, contemplando multifunções e cruzamento de dados, proporcionando o bem estar do ser humano através da segurança do histórico de saúde.

NOSSA VISÃO:
Tornar-se o sistema mundial de referência da informação da área da saúde até 2022, gerando dados relevantes e importantes para o ser humano.

NOSSOS VALORES:
Respeito, Igualdade, Confiança, Ética, Segurança, Qualidade de vida.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários