Fechar Anúncio X

Cuide bem da saúde da pele

Maior órgão do nosso corpo, a pele merece atenção especial nos cuidados diários, como uma alternativa para minimizar os efeitos nocivos de estresse, poluição, tabagismo, bebidas alcoólicas, alimentação e, principalmente, da exposição solar.

Maior órgão do nosso corpo, a pele merece atenção especial nos cuidados diários, como uma alternativa para minimizar os efeitos nocivos de estresse, poluição, tabagismo, bebidas alcoólicas, alimentação e, principalmente, da exposição solar.

Conservar a derme saudável, com suas funções preservadas, significa manter-se longe de doenças que em longo prazo podem prejudicar muito mais do que a autoestima e oferecer riscos para vida da pessoa, como o câncer de pele.

Cuidados essenciais

Quando a capacidade de defesa e restauração ficam restritas, surgem as lesões que favorecem a entrada de vírus ou deformam a constituição da epiderme, como os raios ultravioletas fazem no DNA das células.

Uma vez com sua estrutura alterada, a pele passa a se comportar de maneira diferente, não cumprindo mais suas funções vitais. Assim, aparecem os melasmas (manchas escuras) psoríase, câncer de pele, vitiligo, acne e demais problemas.

Todos esses processos são sintomas do grau de intoxicação do órgão por meios externos, já que as toxinas não estão sendo eliminadas adequadamente. Assim, observamos marcas dessa disfunção em regiões mais expostas, como rosto, mãos e orelhas.

Alguns cuidados diários são essenciais para garantir a conservação da pele, de modo a proporcionar um envelhecimento natural e saudável. São eles:

  • Limpeza: lave seu rosto com o objetivo de retirar restos de maquiagem, oleosidade, poluentes, poeira e produtos para evitar o entupimento dos poros e, consequentemente, um processo inflamatório;
  • Evite o uso excessivo de sabonetes, buchas, banhos quentes, ou seja, ações que possam agredir e tirar a camada protetora da epiderme — como exposição solar;
  • Hidrate com produtos específicos para cada parte do corpo e de acordo com seu tipo de pele;
  • Use filtros, roupas apropriadas, chapéus e óculos para proteção contra raios solares, melhor prevenção contra o câncer de pele;
  • Consulte-se frequentemente com especialistas para avaliar a evolução de sinais e manchas.
Recomendamos para você:  Como saber se as pintas na pele são perigosas

Cremes específicos

Durante a noite, nosso organismo separa os nutrientes ingeridos e descarta o que não nos serve. No entanto, se a pessoa não costuma ter boas noites de sono, o corpo não faz sua limpeza e regeneração apropriadamente, tornando-se suscetível a doenças.

Outra maneira de colaborar com o processo de manutenção da saúde é alimentar-se de forma sadia, fornecendo vitaminas e sais minerais para o corpo.

Além de abastecer nossa pele de dentro para fora, podemos utilizar cremes com antioxidantes tópicos, como vitaminas C e outros ativos para estimular a renovação celular e a produção de colágeno, prejudicadas com o avanço da idade.

Câncer de pele

Dentre os tipos de câncer de pele, há os mais populares — carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e o melanoma maligno — e outros mais raros, como os sarcomas de pele e carcinoma de Merkel.

A doença ocorre nas células produtoras de melanina, responsáveis por dar cor à pele. Inicialmente, passam a se multiplicar de forma descontrolada na camada superficial da epiderme, fáceis de serem extraídas quando diagnosticadas precocemente.

Nos estágios mais avançados, a lesão atinge outras estruturas da pele e possui o alto risco de se espalhar em outros órgãos, momento em que as chances de cura diminuem drasticamente.

Os grandes aliados no combate ao câncer de pele são os exames físicos feitos por especialistas para controle de surgimento de novas marcas na cútis e evitar a exposição solar sem proteção.


Also published on Medium.

Segredos para uma vida longa Dr. Victor Sorrentino

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: