Lavar as mãos reduz em 40% doenças como gripe, conjuntivite e viroses!

No Brasil, 25% das infecções registradas são relacionadas à assistência à saúde

06/05/2018

Você sabia que o último sábado (5) foi instituído pela Organização Mundial da Saúde (OMS) o dia para a realização de programas que estimulem o hábito de higienizar as mãos? Isso porque essa ação tão simples e rápida, têm efeitos muito importantes, mas mesmo assim, a prática é negligenciada tanto por pessoas comuns como por profissionais da saúde no dia a dia.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) o hábito simples de higienizar as mãos pode reduzir em até 40% a contaminação por vírus e bactérias que causam doenças como gripes, resfriados, conjuntivites e viroses.

Os especialistas recomendam que a higiene das mãos seja feita com água e sabão, principalmente antes das refeições e ao sair do banheiro. O álcool gel também é sempre válido por perto para fazer a limpeza quando não houver outros meios à disposição.

“A higiene das mãos, com água e sabão ou com álcool gel é uma medida que deve ser utilizada”, afirma Evaldo Stanislau Affonso de Araújo, médico da Divisão de Moléstias Infecciosas e Parasitárias do Hospital das Clínicas e Responsável pelo Programa de Stewardship da Fundação São Francisco Xavier.

A higienização correta das mãos é parte fundamental para prevenir que bactérias multirresistentes se espalhem em ambientes hospitalares, por exemplo, o que é muito sério.

Segundo dados da Organização Pan-Americana da Saúde, mundialmente, as infecções relacionadas à assistência à saúde afetam centenas de milhões de pessoas,  além disso, têm um impacto econômico significativo nos pacientes e sistemas de saúde.

Em países desenvolvidos, essas doenças representam de 5% a 10% das internações em hospitais de cuidados agudos. Nos países em desenvolvimento, o risco é de duas a 20 vezes superior e a proporção de pacientes com esse tipo de infecção pode exceder 25%.

Recomendamos para você:  Atenção: número de infartos aumenta em até 30% no inverno

De acordo com dados da Anvisa, no Brasil, esse número chega a cerca de 25% das infecções registradas, estas que são causadas por micro-organismos multirresistentes, isto é, aqueles que se tornam imunes à ação dos antibióticos.

“A higienização das mãos é uma prática tradicional e, isoladamente, é o fator mais importante na prevenção das infecções. Por mais que tenhamos tecnologia e antibióticos potentes, nada vai impedir que uma bactéria passe de um paciente para outro se não fizermos a higienização”, enfatiza Evaldo Stanislau.

Por isso, a higienização das mãos deve receber atenção constante. Uma ação simples e básica, que pode e faz muita diferença! A prevenção não custa, não é mesmo?

Com informações Portal Bonde/Agência Estado

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Somos um blog de informações sobre Saúde, Beleza e Vida Saudável. Nosso objetivo é promover informações relevantes em saúde para a população em geral ter uma melhor qualidade de vida. ❤ ❤
Para isso, temos uma produção própria de conteúdo e contamos com parceiros, profissionais de saúde empresas da área, produtoras de conteúdo. Caso você se identifique com nosso propósito, queira se tornar um parceiro do Raislife Blog,  ter um perfil profissional na nossa página e poder divulgar seus conteúdos de forma GRATUITA, entre em contato conosco pelo email contato@raislife.com. Vamos juntos promover saúde e qualidade de vida para todos. ❤ ❤ ❤ ❤

Receba mais saúde por e-mail.