O mês de Novembro e o Câncer de próstata.

Este mês é considerado como o mês da conscientização sobre o câncer de próstata.

O mês de Novembro é o mês de conscientização sobre o câncer de próstata.

De acordo com os dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) em 2014 foram diagnosticados mais de 70 mil casos e destes mais de 19 mil pacientes morreram diretamente por causa deste tipo de neoplasia.

O câncer de próstata é de fato um problema de saúde pública.

O que é a próstata e onde ela se localiza?

A próstata é um órgão do trato genital masculino localizado na pelve do homem.

A próstata é um órgão do trato genital masculino localizado na pelve do homem.

A próstata é um órgão do trato genital masculino localizado na pelve do homem.

A próstata é um órgão do trato genital masculino localizado na pelve do homem, entre a bexiga e a base do pênis. Ela é do tamanho de uma noz e tem como função a produção de parte do líquido espermático.

Por circundar a uretra (o canal da urina), quase todas as doenças deste órgão têm como repercussão clínica, sintomas urinários, dor, gotejamento, dificuldade para urinar, etc. Entretanto, este não é o caso do câncer. O câncer de próstata por estar localizado na periferia do órgão demora a produzir qualquer tipo de repercussão urinária. Daí a importância do rastreamento e diagnóstico precoce desta neoplasia.

O câncer de próstata está diretamente relacionado com a idade do paciente. Estima-se que 80% dos homens com mais de 75 anos tem câncer de próstata, muitos deles morrem antes de descobrir a doença por outros motivos.

Veja mais: O câncer de próstata e a sua nova graduação.

Como detectar este tipo de câncer?

Todo homem a partir dos 50 anos deve comparecer ao seu urologista para avaliação.

Todo homem a partir dos 50 anos deve comparecer ao seu urologista para avaliação.

A taxa de aparecimento de novos casos vem aumentando ao longo dos anos por conta da melhora dos exames de rastreamento e da conscientização da população. O principal exame para detectar esta neoplasia é o PSA.

O PSA (Antígeno Específico Prostático) é uma proteína exclusiva da próstata que pode aumentar em qualquer situação que acometa a próstata (doenças malignas e benignas), não sendo específico para o câncer.

De qualquer forma quando a próstata tem a neoplasia o PSA tende a aumentar de forma progressiva e rápida, dando uma pista ao médico de que este paciente tem o seu risco aumentado para ter a doença.

Todo homem a partir dos 50 anos deve comparecer ao seu urologista para avaliação. Esta visita deve ser adiantada em cinco anos quando o paciente tem qualquer parente de primeiro grau que tenha tido a doença.

O rastreio é realizado pelo médico urologista que combina o exame digital (toque retal) em associação com o PSA. Qualquer urologista tem capacidade de diagnosticar o câncer em fases precoces em mais de 95% das vezes quando este rastreio é realizado no momento oportuno.

Veja mais: O da Vinci na medicina.

Fatores de risco para o câncer de próstata e sua prevenção.

O Licopeno (bastante encontrado nos tomates) tem demonstrado um fator protetor para o desenvolvimento do câncer.

O Licopeno (bastante encontrado nos tomates) tem demonstrado um fator protetor para o desenvolvimento do câncer.

Os principais fatores de risco para o desenvolvimento da neoplasia são parentes de primeiro grau com câncer, dieta rica em proteína e gorduras, tabagismo e alimentação rica em cálcio.

Já dietas com bastante vegetais em especial que contenha o Licopeno (bastante encontrado nos tomates) tem demonstrado um fator protetor para o desenvolvimento do câncer.

A neoplasia da próstata apesar de bastante frequente tem seu comportamento biológico bastante indolente. Por conta disso, o diagnóstico precoce de lesões em estágios iniciais é muito importante. O tempo é precioso.

Pacientes que fazem o diagnóstico do câncer em estágios iniciais tem mais de 70% de chances de cura completa. E é por causa disso a comunidade médica não tem medido esforços para mais homens aderirem ao rastreio do câncer de próstata.

Veja mais: Quantos anos você irá viver e como envelhecerá?

As opções de tratamento são várias e em sua grande maioria sem grandes repercussões para o paciente. Tudo depende do status clínico do paciente, idade e estágio de sua doença, sempre levando em consideração a vontade do paciente e seus familiares.

Aproveite o mês de Novembro para ir ao seu médico urologista, agende uma consulta. Esta pode ser uma grande oportunidade de garantir a sua qualidade de vida.

Recomendamos para você:  Remédios para sono e ansiedade matam mais que cocaína, diz estudo!

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Graduado pela Faculdade de Medicina de Marília, residência médica em Anatomia Patológica no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Realizou estágio eletivo no Jonhs Hopkins Hospital em Baltimore, MD, no Brigham and Women´s and Health Hospital em Boston, no Beth Israel Deaconess Medical Center em Boston, MA, no NIH em Bethesda, MD e no MD Anderson Cancer Center em Houston durante o ano de 2013. Tem profundo interesse nas áreas de patologia do trato gastro-intestinal, urológica, mamária e biologia molecular.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários