Verticalização dos Planos de Saúde

Este modelo de negócio não é novo, surgiu na década de 70 como forma de reduzir custos das operadoras de serviços em saúde e veio se desenvolvendo desde então.

rais-data-planos-de-saude-descumprimento-dos-prazos-determinou-a-suspensao-pela-agencia-nacional-de-saude-suplementar

Planos de saúde verticalizados, para quem não está familiarizado com a expressão, quer dizer que:

O plano de saúde oferece ao cliente, laboratórios, médicos e hospitais próprios, passando a atender apenas em sua própria rede. E cobrando de acordo com modelos de serviços ou planos (planos básicos a planos premium).

Este modelo de negócio não é novo, surgiu na década de 70 como forma de reduzir custos das operadoras de serviços em saúde e veio se desenvolvendo desde então.

Com o crescimento da demanda por serviços de saúde, esta área se expandiu deixando de ser apenas um setor assistencialista para se tornar em um grande negócio que movimenta bilhões por ano em todo o mundo.

No Brasil, com a criação do SUS – Sistema Único de Saúde em 1990 (Lei 8.080) este movimente se manteve lento.

Mas, após 24 anos de SUS oferecendo serviços considerados de baixa qualidade para a população além de remunerar mal os profissionais de saúde nele alocados, os empresários do ramo da saúde viram ali um filão.

Com modelos de negócio que permitem a recepção de capital estrangeiro, ganharam fôlego e já representam uma grande fatia dos serviços de saúde no país. (SUS completa 20 anos, mas não implanta seus princípios fundamentais40% dos planos oferecem hospital e laboratório próprio, Planos de saúde investem em rede própria no Rio)

Se por um lado, este modelo de negócio representa maior rentabilidade com redução de custos para as operadoras, por outro, profissionais da área e clientes veem com preocupação e ressalva esta expansão.

A verticalização dos planos de saúde e os impactos para os médicos.

Para os médicos, a verticalização da saúde está criando um gargalo no atendimento uma vez que, grande parte da população possui hoje algum tipo de plano de saúde o médico que não estiver credenciado pelo plano terá pouca chance de atender no modelo particular.

Recomendamos para você:  Estudo em casa e a programação podem ser uma nova tendência na educação?

Estar credenciado significa na visão do médico, estar vulnerável ao valor que o plano deseja pagar pela consulta ou pelo trabalho no hospital daquela rede.

 Veja Também:

. Dr. Richard Smith: “Morrer de Câncer é a melhor morte.”

. Estudo promete: corpo fitness com 7 minutos de exercícios 

. Transmissão de pensamento é possível e pode ajudar na saúde

. Doar sangue além de salvar vidas, pode melhorar a sua

. Todos Contra a AIDS – 1 de Dezembro … e sempre!

. Bons hábitos faz a diferença

. Alimentos com impurezas tudo bem, mas rato pode?

Impactos da verticalização para os laboratórios.

Já os donos de laboratório alegam que perderão espaço, haverá redução dos serviços prestados e como consequência, demissões no setor laboratorial.

Lembre-se você cliente só poderá fazer exames laboratoriais nas unidades do seu plano.

Os planos de saúde se defendem dizendo que continuam a credenciar médicos, laboratórios e hospitais e que não negam serviços fora de sua rede.

Na visão dos planos de saúde, este modelo de negócio permite oferecer um serviço de maior qualidade para o cliente uma vez que o plano de saúde coordena todas as etapas do atendimento em saúde. (Os perigos da verticalizaçãoOs riscos da verticalização)

E o consumidor?

E o cliente/consumidor? Onde fica nessa conversa toda?

Para entender tudo isso, considere: que tipo de serviço de saúde você utiliza (SUS, Particular ou Plano de Saúde)?

O serviço que você utiliza é satisfatório? O serviço lhe permite escolher o hospital, laboratório e médico que você quer que lhe atenda?

 Verticalização dos Planos de Saúde - Blog Rais - Viva Saudável

Agora imagine o seguinte senário: Você fez um plano de saúde e paga por mês aproximadamente R$ 200,00 (valor hipotético).

A partir de agora, você só poderá fazer exames laboratoriais no laboratório do seu plano. Você só será atendido em hospitais e médicos deste plano.

Recomendamos para você:  Páscoa sem culpa: o chocolate faz bem à saúde, principalmente o amargo!

O tamanho da rede para atendê-lo vai depender da abrangência do plano de saúde.

Para alguns a verticalização poderá criar um monopólio na área de serviços em saúde além de reduzir empregos e prejudicar a qualidade dos serviços.

Lembre-se, nesta hipótese, você não poderá escolher seu médico, só escolherá os que o plano ofertar; não escolherá hospitais, tão pouco laboratórios e qualquer coisa que precise fora do que seu plano ofereça será por sua conta (parece um pouco com os atuais). Mas não se desespere, sempre haverá o SUS.

Veja Também:

. Quanto tempo você gostaria de viver?

. Estudo em casa e a programação podem ser uma nova tendência na educação?

. Transtornos de Ansiedade

. RAIS Data – Porque os profissionais da saúde são sempre indispensáveis

Como é o nome daquele remédio mesmo?

#verticalizacaodoplanodesaude #verticalizacao #raisdata #estamosdeolho #rais #saude #bigdata

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Co-Fundador da Rais. Biomédico, Professor e Pesquisador da Disciplina de Imunologia na Escola de Medicina (PUCPR, Londrina). Coordenador do NETI – Núcleo de Empreendedorismo, Tecnologia e Inovação (PUCPR, Londrina). Delegado do CRBM1- Conselho Regional de Biomedicina em Londrina. Conselheiro da ComuniAids-Comissão Municipal de DST/Aids do Município de Londrina. Conselheiro do CAPC- Centro de Apoio ao Paciente com Câncer de Londrina. Conselheiro do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários