Bons hábitos fazem a diferença

Porque algumas pessoas são muito bem sucedidas na vida e outras vivem se lamentando ou na zona de conforto?

Fabiano Teodoro

26/12/2014

rais-data-ler_correr_salada_bons_habitos
Tempo de Leitura: 3 minutos

Pare e pense um segundo: Porque algumas pessoas são muito bem sucedidas na vida (entenda bem sucedida de uma maneira genérica, não necessariamente dinheiro) e outras vivem se lamentando ou na zona de conforto? Será que bons hábitos tem algum papel nesta história? Se você conhece alguém bem sucedido e alguém que se lamenta o tempo inteiro faça o seguinte exercício. Observe o dia a dia destas duas pessoas e note as diferenças. Fatalmente você irá perceber que o bem sucedido possui bons hábitos enquanto o outro, nem tanto. Mas o que seriam bons hábitos?

Tudo começa com um objetivo

Se você não possui um objetivo claro você nunca irá saber o que é um bom hábito. Por exemplo, a leitura de revistas de fococa pode ser um bom hábito para quem quer se distrair, mas um mau hábito para quem quer se desenvolver em empreendedorismo. O seu objetivo irá definir o que é bom ou ruim. É claro, fazer esportes, encarar as coisas positivamente, sempre será bons hábitos. Mas o foco no seu objetivo pode te trazer novos hábitos que irão te ajudar a alcança-lo.

Veja Também:

Substitua um mau por um bom

Um mau hábito somente desaparece se outro entrar no lugar. Para desenvolver o hábito da leitura, possivelmente terá que parar de ficar na frente da tv por muito tempo. Se você simplesmente parar de fazer algo, sentirá falta e possivelmente voltará a fazer. Por isso, troque um mau por um bom hábito.

Recomendamos para você:  Desmistificando a osteopatia

Criando bons hábitos

Tudo o que se fazer por mais de 21 dias seguidos se torna um hábito e um hábito é o que você faz sem perceber ou ser forçado a fazer. Faz naturalmente. Por isso, defina algo que te leva ao objetivo que quer alcançar e repita. Gravamos as coisas na memória subconsciente quando repetimos exaustivamente e não percebermos mais que estamos fazendo. No começo será difícil de se manter fazendo este algo novo, mas Persistência é a chave. Continue até conseguir

A diferença é simples

O que você faz nas horas vagas? O que você faz antes de dormir, nos finais de semana. Esta é a diferença dos bem sucedidos para os maus sucedidos. Os bons hábitos te levam para o crescimento e este, te torna apto a se tornar quem você gostaria de ser.

Veja Também:

Comece agora

Comece um novo hábito hoje: PARE DE RECLAMAR POR 21 DIAS, para garantir por 30 dias e sorria sempre. Este hábito irá mudar sua vida e também das pessoas ao seu redor e te abrirá as portas para muitos outros bons hábitos

619total visits,2visits today

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Fabiano Teodoro
CEO da Rais Saúde e da Connect HealthCare. Técnico em Alimentos pelo CEFET-PR (99), Engenheiro Eletricista pela UDESC-SC (2009), MBA em Gestão empresarial pela FGV (2013), Trainee e 5 anos de experiência com Gestão de Projetos e Pessoas pela indústria de linha branca (2009-2014). Curioso em programação, blogs e sistemas e tudo que envolva Startups (minha fase atual profissional). Atleta desde pequeno, apaixonado por basquete (já fui atleta semi-profissional na juventude), por academia e corrida (mas adoro esportes em geral) e música (toco meu violãozinho meia boca). Também gosto de ciência (de onde viemos e para onde vamos) e neurociência, meditação e sempre curioso sobre como deixar nossa máquina "corpo humano" mais afinada e obter a melhor performance para o nosso dia-a-dia.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários