Você passa muito tempo sentado? Então cuidado!

Uma posição tão natural e ao mesmo tempo tão perigosa. Veja como eliminar os riscos para a saúde quando ficar sentado é a única opção!

13/01/2015

Você passa muito tempo sentado? Então cuidado!

Uma posição tão natural e ao mesmo tempo tão perigosa. Ficar sentado por muito tempo pode ser muito perigoso para sua saúde. Pesquisadores da universidade de Regensburg, na Alemanha publicaram um estudo para o JNCI: Journal of the National Cancer Institute onde descobriram que passar muito tempo sentado pode aumentar a chance de alguns tipos de câncer como colón, endometrial e de pulmão.

Veja Também:

Como foi realizado o estudo e os seus resultados para quem fica muito tempo sentado?

Os pesquisadores avaliaram 43 estudos sobre a incidência de câncer, o que corresponde a uma amostragem de 4 milhões de pessoas e mais de 68 mil casos de câncer. Eles cruzaram os dados das pessoas que tinham alto grau de sedentarismo versus as que eram bastante ativas.

Deste cruzamento foi encontrado que indivíduos mais sedentários tinham altíssimo risco de desenvolver câncer. E o pior, o risco aumentava em 8% o câncer de colón, 10% o endometrial e 6% o câncer de pulmão a cada 2 horas a mais que os indivíduos ficavam sentados durante o dia.

E se não bastasse os indivíduos que são fisicamente ativos mas que passam muitas horas sentados, também possuem altos riscos de contrair estes tipos de canceres.

Este hábito de ficar longos períodos sentado pode ser devido ao trabalho, que exige muito tempo no computador por exemplo, mas também pode ser pela televisão, sendo que neste caso ainda tem um agravante: o hábito de assistir televisão sempre vem associados com hábitos alimentares ruins, como ingestão de altas quantidades de açucares e a famosa “trash food”, muitas frituras e etc. Isso pode duplicar as chances de contrair os canceres de colón e o endometrial.

Recomendamos para você:  Atenção: dormir mais pode ajudar a comer menos doces, diz estudo!

Então, o que fazer para evitar (ou diminuir) este risco?

Algumas ações simples podem ajudar você a eliminar ou pelo menos diminuir os riscos de contrair estes tipos de canceres devido ao fato de ficar muito sentado durante o dia. Abaixo 4 coisas simples que você pode começar a fazer agora:

1. Se o trabalho exige longos períodos sentado, tenha uma pausa de 5 minutos a cada 30 minutos sentado, e uma pausa mais longa de 15 minutos a cada 2h. Ou ainda procure outras formas de exercer o trabalho, inove, fique em pé enquanto fala ao telefone, ou enquanto pensa em uma apresentação, durante as reuniões, enfim. Quanto menos sentado melhor.

rais-data-sentado-inovar-balll_1_b2. Faça alongamentos frequentemente. Algumas posições de Yoga podem ajudar.

3. Evite assistir muito tempo televisão, além de muitas vezes a programação não agregar muito, você ainda está correndo riscos.

4. Mantenha uma alimentação saudável, rica em frutas e vegetais e menos carne vermelha e frituras.

5. Faça exercícios regularmente.

Veja Também:

O sedentarismo vem sendo amplamente relacionado a doenças cardíacas, obesidade, certos tipos de diabetes e até depressão. Este estudo reforça o fato de que o sedentarismo talvez seja a causa mais ampla de doenças em geral que podemos ter na atualidade. Na verdade ele sempre existiu, mas não tínhamos conhecimento para entender suas implicações.

Ele mata aos poucos e você sofrerá as consequências, geralmente muito graves, somente no final de sua vida. Envelheça bem e saudável, pratique exercícios e tenha uma vida mais prazerosa e feliz.

Consultas:

  1. Care2
Recomendamos para você:  Dieta mediterrânea pode ajudar tratamento contra depressão, diz estudo!

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

CEO da Rais Saúde e da Connect HealthCare.
Técnico em Alimentos pelo CEFET-PR (99), Engenheiro Eletricista pela UDESC-SC (2009), MBA em Gestão empresarial pela FGV (2013), Trainee e 5 anos de experiência com Gestão de Projetos e Pessoas pela indústria de linha branca (2009-2014). Curioso em programação, blogs e sistemas e tudo que envolva Startups (minha fase atual profissional).

Atleta desde pequeno, apaixonado por basquete (já fui atleta semi-profissional na juventude), por academia e corrida (mas adoro esportes em geral) e música (toco meu violãozinho meia boca).

Também gosto de ciência (de onde viemos e para onde vamos) e neurociência, meditação e sempre curioso sobre como deixar nossa máquina “corpo humano” mais afinada e obter a melhor performance para o nosso dia-a-dia.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários