Diabetes: 7 dicas de alimentação para curtir as festas sem culpa!

Porções pequenas, alimentos ricos em fibras e muita hidratação são algumas sugestões para aproveitar a época na medida certa!

Alegrias, presentes e, é claro, muita comida fazem a nossa felicidade no final do ano, não é? Mas, neste período, é preciso que se tenha bastante cuidado com a alimentação, especialmente no caso de pessoas com diabetes.

Por isso, o endocrinologista Levimar Rocha Araújo, professor da Faculdade de Ciências Médicas de MG e da Metabólica, Instituto de Medicina Aplicada, traz algumas dicas de comportamento e alimentação para aproveitar o melhor período do ano sem culpa! Confira:

A Hidratação é fundamental!

Sim! Beber bastante água é necessário para que o diabético se mantenha bem hidratado, controlando a glicemia. Essa dica não é novidade, não é? “É importante beber pelo menos três copos de água antes de começar qualquer ingestão de bebida alcoólica. A água com gás, por exemplo, é uma boa opção porque dá sensação de que a pessoa está satisfeita e faz com que ela não consuma tanto álcool”, explicou o especialista.

Controle da bebida alcóolica

A pessoa com diabetes precisa estar atenta ao consumo de álcool, e isso é muito importante: pode beber, mas de forma moderada. O álcool pode piorar alguns sintomas da doença, causando hipoglicemia ou aumentando rapidamente a taxa de açúcar no sangue.

Cuidado com as proteínas

Também é importante prestar atenção à quantidade de proteína animal consumida nesta época: “Tem que ter cuidado com as doses de proteínas, que podem se transformar em açúcar no sangue, aumentando as taxas de glicose. As pessoas acham só que não podem comer açúcar, mas acabam comendo frutas e carnes em excesso. A proteína piora a insuficiência renal, que também é um quadro muito comum no diabético”, pontuou o endocrinologista.

Sucos: aliados ou inimigos?

Apesar de muitas frutas serem ricas em proteínas e fibras, algumas também são carregadas de açúcares e é preciso tomar cuidado com a quantidade. A recomendação do Dr. Levimar Araújo é evitar grandes porções de laranja, manga, uva, melancia e caqui, que são ricas em nutrientes, mas também podem aumentar os níveis glicêmicos.

Recomendamos para você:  Deficiência de vitamina D - 4 sinais de que você pode ter

Antecipe a ceia

Não se deve fazer uma refeição pesada e logo em seguida ir deitar…. O conselho do especialista é consumir porções pequenas e antecipar a ceia para aproveitar melhor as festas. E depois de cerca de duas horas, é recomendável medir a glicemia.

 Fibras e suas propriedades

As fibras diminuem a absorção de açúcares no sangue e, por isso, são boas para os diabéticos. Abacaxi, nozes, couve, aveia, cenouras, casca de maçã, entre outros alimentos podem compor uma ceia saborosa, diferente e saudável4.

Medir a glicemia antes e depois de comer

Embora a rotina se altere nesta época do ano, é importante sempre medir as taxas de glicose no sangue antes e depois de comer, controlando a ingestão de gorduras e açúcares para aproveitar as festas de forma saudável e com qualidade.

Fonte:  Catraca Livre

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

NOSSA MISSÃO:
Ser um sistema global de armazenamento de informações de saúde on-line, colaborativo, contemplando multifunções e cruzamento de dados, proporcionando o bem estar do ser humano através da segurança do histórico de saúde.

NOSSA VISÃO:
Tornar-se o sistema mundial de referência da informação da área da saúde até 2022, gerando dados relevantes e importantes para o ser humano.

NOSSOS VALORES:
Respeito, Igualdade, Confiança, Ética, Segurança, Qualidade de vida.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários