Fechar Anúncio X

Praticando medicina nos EUA.

O processo para se tornar médico nos Estados Unidos não é fácil. Ele requer bastante esforço e dedicação, além de uma certa quantidade de dinheiro. Como iniciar nessa jornada requer conhecimento prévio de alguns detalhes, neste artigo você encontrará algumas dicas de como se organizar para ser bem sucedido.

Vale lembrar que o processo para exercer Medicina neste país é um pouco diferente de outros países da América Latina e Europa, já que o curso de Residência Médica é imprescindível para poder exercer a profissão e precisa ser realizado nos Estados Unidos.

Tendo esse conceito em mente, o primeiro passo é passar pelo processo para ser aprovado em uma Residência Médica nos Estados Unidos.

Em primeiro lugar, é preciso se cadastrar no ECFMG (Education Commission for Foreign Medical Graduates). Para isso, a Faculdade de Medicina que o candidato cursou precisa estar inscrita no IMED (International Medical Educational Directory), um diretório com a lista de todas as faculdades de medicina do mundo que são reconhecidas pelo governo do próprio país.

Após essa etapa, eles vão fornecer um número de identificação para o candidato e abrir uma pasta com seu nome. O ECFMG vai iniciar o processo, verificando diretamente com a faculdade de Medicina do país de origem se o candidato realmente é estudante ou formado e conferir a autenticidade dos documentos fornecidos.

Uma vez que O ECFMG conferiu os documentos você pode marcar para fazer as provas quando você quiser, desde que tenha terminado os primeiros dois anos de faculdade antes de fazer a primeira prova.

USMLE (United States Medical Licensing Examination)

É composto de três etapas ou steps. Os médicos que tenham obtido sua graduação em escolas médicas fora dos Estados Unidos também devem passar pelas três etapas do USMLE, independentemente do seu título ou do seu grau de formação no seu país de origem.

Recomendamos para você:  Meu Paciente Virtual agora é Paciente 360!
Step 1:

Step 1 é a primeira etapa do processo e tem como objetivo avaliar se estudantes de medicina ou médicos tem a capacidade de compreender e aplicar conceitos importantes das ciências básicas para a prática médica. Desde 2007, abrange os seguintes temas:

  • Anatomia humana,
  • Fisiologia,
  • Bioquímica,
  • Farmacologia,
  • Patologia,
  • Microbiologia,
  • Epidemiologia,
  • Tópicos interdisciplinares, tais como nutrição, genética e envelhecimento
Step 2:

Step 2 é a segunda etapa do processo. Tem o objetivo de avaliar se o estudante de medicina ou médico possui conhecimentos, habilidades e compreensão da ciência clínica essencial para a prestação de assistência ao paciente, sob supervisão. O Step 2 é subdividido em dois exames.

Step 2-CK

O Step 2 CK (do inglês, Clinical Knowledge) é um exame de múltipla escolha com o intuito de avaliar a clínica através de um conhecimento tradicional. O exame dura 9 horas e é constituídode 8 blocos de 46 perguntas cada. Uma hora é dada para cada bloco de perguntas. Os temas incluídos neste exame são as ciências médicas como Clínica Médica, Cirurgia, Pediatria, Psiquiatria, Ginecologia e Obstetrícia.

Step 2-CS

O Step 2 CS (do inglês, Clinical Skill) é uma exame prático que pretende avaliar habilidades clínicas simuladas com pacientes através de interações, em que o examinando interage com pacientes padronizados retratados por atores. Cada examinando enfrenta 12 casos clínicos e tem 15 minutos para concluir a anamnese e o exame clínico de cada paciente, e depois mais 10 minutos para escrever uma nota descrevendo os resultados, o diagnóstico diferencial e solicitação de exames complementares. o Step 2 CS é aplicado desde 2004 e, ao contrário do Step 1 e do Step 2 CK deve ser obrigatoriamente feito nos Estados Unidos. O exame é oferecido em cinco cidades americanas:

  • Philadelphia (PA)
  • Chicago (IL)
  • Atlanta (GA)
  • Houston (TX)
  • Los Angeles (CA)
Recomendamos para você:  Ansiedade social está ligada ao medo de errar, diz estudo!
Step 3

O Step 3 é a terceira e última etapa do processo e destina-se a avaliar se o médico consegue aplicar o conhecimento e a compreensão da ciência biomédica e clínica essencial para a prática da medicina desacompanhado. Os diplomados em escolas médicas americanas normalmente tomam este exame no final do primeiro ano de residência. Médicos estrangeiros recém-licenciados poderão fazer o Step 3 antes de começar na residência, em cerca de dez estados americanos.

O Step 3 ocorre em dois dias de exame. Cada dia de testes deve ser concluída dentro de oito horas. O primeiro dia de testes de escolha múltipla inclui 336 itens divididos em blocos, cada um constituído de 48 itens. Examinandos devem preencher cada bloco dentro de sessenta minutos. O segundo dia de testes de escolha múltipla inclui 144 itens, divididos em blocos de 36 itens. E os examinandos devem completar cada bloco dentro de quarenta e cinco minutos.

Os resultados são relatados com uma pontuação de três e outra de dois algarismos. A pontuação mínima para ser aprovado é de 192, no escore de três algarismos. Teoricamente, a pontuação máxima é de 300.

Após concluir e ser aprovado nas três primeiras provas, o candidato irá receber o ECFMG Certificate, que o habilita a aplicar para a residência médica.

É necessário, então, se cadastrar no ERAS (Eletronic Residency Application System) através do ECFMG, para poder aplicar nos programas de residência médica.

Uma vez que o candidato aplicou para vários programas de residência, haverá a rodada de entrevistas.

Após conclusão das etapas acima, o candidato precisa aguardar o “The Match” (dia da combinação) ou NRMP (National Residency Matching program), promovido pelo NRMP (Programa de Colocação Nacional em Residências), que em geral ocorre em meados de Março.

Recomendamos para você:  Que tal DICAS para PARAR DE FUMAR ?

Caso o candidato seja bem sucedido em todas as etapas, a residência médica do local em que o candidato foi aprovado irá iniciar por volta de Junho /Julho.

Este artigo foi escrito com base em pesquisas e, em especial, no artigo do Dr. Eduardo Henrique Ribeiro, médico instrutor de Medicina do Programa de Residência Médica Internal Medicine no Hospital Metrowest Medical Center, na cidade de Framingham.

Written by Dr. Nathalie Puliti Hermida Reigada on Nov 4, 2020

Dra. Náthalie Puliti Hermida Reigada é médica com experiência em pronto-socorro e na área administrativa. Sua verdadeira paixão é estudar Medicina e outras línguas, como inglês e alemão.

Segredos para uma vida longa Dr. Victor Sorrentino

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: