Um em cada cinco homens e uma em cada seis mulheres terão câncer, diz agência ligada à OMS

Pesquisa aponta que tipos de câncer associados ao estilo de vida de países industrializados vêm aumentando

Um em cada cinco homens e uma em cada seis mulheres terão câncer em algum momento de suas vidas. Além disso, um em cada oito homens e uma em cada onze mulheres irão morrer por causa da doença. É o que aponta a análise do último relatório estatístico realizado pela Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (Iarc, na sigla em inglês), sobre o câncer no mundo. A Iarc, instituição ligada à Organização Mundial de Saúde (OMS), avalia 36 tipos de câncer em 185 países, todos os anos.

Além disso, outro ponto que assusta é de que, de acordo com o relatório, o número de casos da doença vem aumentando. Em 2012 foram contabilizados 14,1 milhões de casos e 8,2 milhões de mortes. Por sua vez, a estimativa da organização é que haja, em 2018, cerca de 18,1 milhões de novos casos de câncer no mundo. Destes, acredita-se que 9,6 milhões podem levar a morte.

De acordo com a publicação: “O aumento da incidência de câncer se deve a diversos fatores, incluindo o crescimento e o envelhecimento da população”. Outra explicação trazida pelo documento é de que  à medida que os países se desenvolvem, os tipos de câncer mudam: os relacionados à pobreza e infecções diminuem, e os tipos de câncer associados ao estilo de vida de países industrializados aumentam.

Tipos de câncer mais comuns em 2018

Dentre os tipos de câncer existentes, os três principais listados no documento da organização em termos de incidência são o de pulmão, o de mama e o câncer colorretal (intestino grosso).

Segundo os responsáveis pelo estudo da Iarc, o câncer de pulmão é o responsável pelo maior número de mortes – cerca de 1,8 milhões, e neste sentido, os pesquisadores avaliam a falha no diagnóstico da doença como um dos motivos para essa estatística.

Recomendamos para você:  9 alimentos que impulsionam seu metabolismo naturalmente!

O câncer de pulmão e o de mama são responsáveis pelos maiores números de casos, ambos com 11,6% de incidência. Em seguida entre os mais mortais, estão listados o câncer colorretal, o de estômago, e o de fígado. O câncer colorretal corresponde a 10%. Somados, estes três tipos de câncer são os responsáveis por um terço de todos os tipos de câncer e mortes pela doença no mundo. O câncer de mama é listado como o quinto mais mortal, e segundo os estudiosos, isso se dá devido a acertos no diagnóstico.

Seguindo, estão o câncer de próstata (7%) e o câncer de estômago (5,7%).

Diversidade interessante e ‘extraordinária’

Segundo os pesquisadores da Agência, há uma “extraordinária diversidade” nos tipos de câncer e nos padrões de doença pelo mundo.

No estudo, dados apontam que cerca da metade dos casos de câncer e também das mortes pela doença, deste ano, devem ocorrer na Ásia. Isso é considerado em decorrência ao grande número de pessoas que habitam o continente, que corresponde a 60% da população mundial.

Outra influência nestas estatísticas é que alguns dos tipos considerados mais mortais da doença são mais comuns nessa região, como por exemplo, entre eles, o câncer de fígado.

A Europa responde por um quarto dos casos de câncer. Já a América, por 21% – apesar corresponder apenas a 13% da população mundial.

A recomendação dos pesquisadores sobre isso é que os países avaliem qual é a melhor maneira de prevenir e tratar a doença de acordo com cada realidade local.

.

.

Com informações BBC News/ Brasil

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

NOSSA MISSÃO:
Ser um sistema global de armazenamento de informações de saúde on-line, colaborativo, contemplando multifunções e cruzamento de dados, proporcionando o bem estar do ser humano através da segurança do histórico de saúde.

NOSSA VISÃO:
Tornar-se o sistema mundial de referência da informação da área da saúde até 2022, gerando dados relevantes e importantes para o ser humano.

NOSSOS VALORES:
Respeito, Igualdade, Confiança, Ética, Segurança, Qualidade de vida.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários