Baixos níveis de Vitamina D e a diabetes tipo 2, uma possível relação mortal.

Estudo indica que pode haver relação entre baixos níveis de Vitamina D e a diabetes tipo 2, aumentando o risco de morte prematura em pacientes homens com a doença.

27/07/2015

A Vitamina D é um elemento muito importante para o funcionamento do nosso organismo.

No post “4 sinais de que você pode ter deficiência de vitamina D” vimos quais são os benefícios em manter os níveis desta vitamina sob controle e alguns sinais de que você pode estar com esta deficiência. São eles: tristeza constante, dor nos ossos, cabeça suando e problemas estomacais.

Também já falamos em como manter os seus níveis em padrões ideais, já que precisamos sempre de uma ajudinha externa como fonte, uma vez que nosso corpo não produz naturalmente esta Vitamina.

Agora um estudo recente publicado no jornal Diabetology & Metabolic Syndrome faz uma correlação entre os baixos níveis de Vitamina D e a diabetes tipo 2, mostrando que pode haver correlação no aumento do risco de morte em homens que possuem esta doença. Entenda o estudo e suas implicações neste texto.

Veja também: Vitamina D – Quanto eu preciso para viver bem?

A diabetes tipo 2, uma doença que pode ser fatal.

Em casos extremos, a diabetes tipo 2 pode ser apenas controlada com administração de insulina ou outros medicamentos.

Em casos extremos, a diabetes tipo 2 pode ser apenas controlada com administração de insulina ou outros medicamentos.

A diabetes é a sétima doença que mais mata nos Estados Unidos atualmente. E no Brasil, estima-se que cerca de duzentas mil pessoas possuem a doença diagnosticada, fora ainda muitas outras que não sabem que possuem.

A Diabetes Tipo 2 representa cerca de noventa por cento dos casos de diabetes, sendo muito significativa na população.

Ela é uma doença crônica, onde o organismo não consegue manter o nível ideal de açúcar no sangue.

Isso se dá ou porque o corpo resiste a ação da insulina, hormônio produzido pelas células beta do pâncreas e responsável por realizar este controle de açúcar no sangue, ou porque o corpo não produz a quantidade certa deste hormônio.

Recomendamos para você:  Startups de Londrina se destacam em Grandes Eventos | Folha de Londrina

O funcionamento da insulina no organismo é simples: Se existe muito açúcar na corrente sanguínea, a insulina ajuda a armazenar o açúcar no fígado. Se existe pouco açúcar na corrente sanguínea, a insulina libera o necessário do fígado.

Ela também é responsável pelo processo de absorção de açúcar do sangue pelas células do nosso corpo, para a produção de energia.

Ou seja, ela realiza uma tarefa vital para o funcionamento do nosso organismo. Dependendo da intensidade da diabetes ela pode ser controlada com atividade física e reeducação alimentar com dietas específicas e em casos extremos, apenas com administração de insulina ou outros medicamentos.

Veja também: Dieta Mediterrânea como emagrecedor e redutor do risco de doenças.

Vitamina D e a diabetes tipo 2, o estudo:

Outros estudos já relataram conexões entre os níveis de Vitamina D e a diabetes tipo 2. Uma das teorias é que a Vitamina D ajude as células beta do pâncreas a funcionarem melhor e também aumente a sensibilidade do organismo a insulina.

O que o estudo em questão explorou foi procurar se o nível da Vitamina D é um fator de risco independente nos casos de morte por diabetes tipo 2.

Para o estudo foram selecionadas 698 pessoas com diabetes tipo 2 e idade entre cinquenta e cinco e sessenta e seis anos.

Os pacientes foram monitorados durante seis anos e então correlacionaram as mortes ocorridas neste período com os níveis da vitamina no paciente.

A maioria das causas de morte por diabetes tipo 2 são devido a doenças cardiovasculares. Então, para tentar entender se o status de Vitamina D poderia ser um indicador de prognóstico para a diabetes tipo 2.

A metodologia foi então utilizar marcadores de ultrassom para doenças cardiovasculares: O PWV (velocidade da onda de pulso aórtica) e a espessura de duas artérias, a intima e a media (chamado IMT).

Recomendamos para você:  Dá pra Ganhar Massa com Dieta Arroz com Feijão

Veja também: Exercícios Físicos alteram o nosso DNA

Vitamina D e a diabetes tipo 2, uma possível relação mortal.

Baixos níveis de Vitamina D e a diabetes tipo 2 tem maior impacto nos homens.

Baixos níveis de Vitamina D e a diabetes tipo 2 tem maior impacto nos homens.

O estudo realizado por pesquisadores da Suécia, mostra que baixos níveis de Vitamina D estão associados ao aumento do risco de morte prematura em homens com diabetes tipo 2.

Entendo os resultados dos indicadores definidos no estudo, o PWV e o IMT, pode-se constatar que pacientes com diabetes tipo 2 apresentaram valores significativamente baixos para a vitamina D, mesmo depois da realização de ajustes estatísticos para idade e outras correções.

Deste modo foi confirmado uma relação independente entre os baixos níveis de Vitamina D e a diabetes tipo 2 em todas as causas de morte dos homens do grupo de estudo.

Assim sendo, os pesquisadores concluíram que os baixos níveis de Vitamina D podem ser precursores de morte prematura em pacientes com diabetes tipo 2.

Veja Também: Pressão arterial: Entenda os números

Algumas considerações sobre os resultados.

Apesar do estudo conseguir concluir que a relação se dá no caso de homens com diabetes, ele não foi conclusivo para as mulheres.

Apenas nove mulheres morreram no período de seis anos do estudo, o que é considerado do ponto de vista estatístico (é claro que aqui estamos considerando apenas a ciência não o lado humano das mortes) uma quantidade muito baixa para se afirmar uma causa pela análise dos dados.

Outra consideração importante é que o estudo indica uma correlação entre os níveis de vitamina D e o aumento do risco de morte dos pacientes homens, mais ele não é conclusivo quanto a causa da morte.

Então NÃO pode-se atribuir a CAUSA da morte destes pacientes aos baixos níveis de vitamina D.

Recomendamos para você:  A bebida queridinha do Carnaval: você sabe o que a catuaba faz no seu corpo?

De qualquer forma, estes indícios mostram que a Vitamina D tem um papel ainda mais fundamental no organismo, ajudando também ao aumento da sobrevida de pacientes com doenças como a diabetes tipo 2.

Tomar sol regularmente é um santo remédio, sempre com o cuidado com os excessos.

Tomar sol regularmente é um santo remédio, sempre com o cuidado com os excessos.

Por isso, vale apena pegar as dicas que já apresentamos aqui e manter os níveis desta vitamina sob controle. Tomar sol regularmente é um santo remédio, sempre com o cuidado para não ser demais (uma vez que o câncer de pele aparece com o excesso de sol).

Não deixe de conferir o post “Vitamina D – Quanto eu preciso para viver bem?” e consultar o seu médico regularmente.

E não esqueça de deixar um comentário pra gente dizendo se você já se preocupava os a vitamina D antes deste post e o que você faz para controlar os níveis no seu organismo.

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

CEO da Rais Saúde e da Connect HealthCare.
Técnico em Alimentos pelo CEFET-PR (99), Engenheiro Eletricista pela UDESC-SC (2009), MBA em Gestão empresarial pela FGV (2013), Trainee e 5 anos de experiência com Gestão de Projetos e Pessoas pela indústria de linha branca (2009-2014). Curioso em programação, blogs e sistemas e tudo que envolva Startups (minha fase atual profissional).

Atleta desde pequeno, apaixonado por basquete (já fui atleta semi-profissional na juventude), por academia e corrida (mas adoro esportes em geral) e música (toco meu violãozinho meia boca).

Também gosto de ciência (de onde viemos e para onde vamos) e neurociência, meditação e sempre curioso sobre como deixar nossa máquina “corpo humano” mais afinada e obter a melhor performance para o nosso dia-a-dia.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários