Câncer: Mutações genéticas aleatórias é a principal causa da maioria dos tipos.

O câncer pode ter basicamente 3 causas e as mutações genéticas durante a divisão celular dos tecidos são muito mais importantes do que se imaginava.

rais-data-cancer-randomico-cancercell-thumb-large
Tempo de Leitura: 9 minutos

As mutações genéticas aleatórias podem ser mais importantes do que imaginamos, quando o assunto é o câncer. Um estudo recente publicado no Journal Science afirma que mutações genéticas aleatórias durante a divisão celular é a principal causa da maioria dos tipos de câncer. Como não se tem muita informação sobre os motivos destas mutações, a causa é atribuída ao “azar”.

Mesmo assim mudanças no estilo de vida são fundamentais para diminuir as chances desta doença se manifestar.

Bert Vogelstein e Cristian Tomasetti da Johns Hopkins University nos Estados Unidos, através de um estudo estatístico de 31 tipos de tecidos, encontraram que na maioria dos casos de câncer, em 22 tecidos, a causa é devida as mutações genéticas aleatórias que as células tronco sofrem ao se dividirem. Nos outros 9 tipos as causas são atribuídas, além das mutações genéticas aleatórias, a fatores hereditários e aos hábitos de vida.

Veja Também:

Causas do câncer e o estudo estatístico

Segundo os pesquisadores, o câncer pode ter basicamente 3 causas: Fatores genéticos hereditários, maus hábitos como cigarro e bebida por exemplo e as mutações genéticas durante a divisão celular dos tecidos. O estudo ajuda a quantificar quanto cada um destes fatores influencia no desenvolvimento da doença.

Este foi um estudo estatístico em que Vogelstein e Tomasetti avaliaram 31 tipos de tecidos do corpo humano e conseguiram identificar que em 22 deles a causa de incidência do câncer era devido a estas mutações que as células tronco sofrem na hora de se copiar.

Mutações Genéticas aleatórias

É sabido que diferentes órgãos possuem diferentes taxas de divisão celular. Então a probabilidade de câncer aumenta quanto maior esta taxa. Por exemplo, as células do cólon do útero se dividem em uma taxa muito maior que células do intestino.

Sendo assim, o câncer de cólon do útero tem maior incidência se comparado com o câncer no intestino. As células cerebrais também têm uma divisão mais lenta, assim sendo menor risco de câncer.

Recomendamos para você:  Cura para o HIV - Cientistas britânicos podem ter encontrado? | Exame.com, BBC Brasil

Este processo de “cópia” é natural do corpo humano e ajuda a re-popular as células que morem em um determinado órgão, mantendo o nosso corpo sadio. As vezes ocorrem enganos aleatórios na replicação do DNA celular nestas divisões (pequenas mutações) e ai o câncer aparece.

O valor encontrado corresponde a dois terços das causas de câncer, sendo que o restante, 9 tipos, podem ser atribuídos também a estas mutações genéticas aliadas a maus hábitos ou fatores genéticos hereditários. Os cientistas já conheciam este fenômeno há muito tempo, porém ele nunca foi quantificado.

Como tudo isso ocorre? Ainda é um mistério.

Ainda não se sabe explicar o porquê destas mutações, por isso o “azar” é a melhor forma de explicar. Para que esses cânceres se desenvolvem, estas mutações precisam ter escapado de pelo menos três sistemas à prova de falhas no nosso corpo: a morte celular programada, ou apoptose, enzimas de reparação de DNA e determinadas células do sistema imunológico.

E como estas mutações genéticas conseguem escapar a tal prova de fogo é a pergunta de “1 milhão de dólares”.

O estudo não contemplou o câncer de mama, o tipo mais comum entre as mulheres, o câncer de próstata, o mais comum entre os homens uma vez que a literatura não apresenta informações relevantes sobre o número de divisões celulares nestes tecidos.

Tipos de câncer ao acaso

Dentre os cânceres correlacionados com a divisão celular podemos destacar os canceres cerebrais, nos ossos, nos ovários e testículos e os correlacionados aos maus hábitos estão o câncer de pele, da Tiroide, pulmão e cólon. Veja a lista completa.

Divisão Celular:

  • Osteosarcoma na cabeça
  • Tiroide medular
  • Pescoço e Cabeça
  • Meduloblastoma
  • Esofágica
  • Hepatocelular
  • Ilhotas Pancreáticas
  • Intestino Delgado
  • Duodeno
  • Vesícula Biliar
  • Pulmões (não fumantes)
  • Leucemia Mielóide Aguda
  • Leucemia Linfática Cronica
  • Pancreático Ductal
  • Osteosarcoma na pélvis
  • Osteosarcoma no Braço
  • Osteosarcoma
  • Osteosarcoma nas Pernas
  • Glioblastoma
  • Células Germinativas Ovarianas
  • Células Germinativas dos Testículos
  • Melanoma

Maus hábitos:

  • Tiroide Folicular/Papilar
  • Adrenocarcinoma Colorectal
  • FAP Duodeno
  • HPV-16 Cabeça&Pescoço
  • Pulmão (fumantes)
  • Carcinoma Basocelular
  • Lynch Colorretal
  • FAP Colorretal

Câncer: Mutações genéticas aleatórias é a principal causa da maioria dos tipos

O câncer e os bons hábitos

De acordo com os resultados deste estudo, apenas 1/3 dos tipos de câncer são causados pelos maus hábitos como fumar, beber, ficar muito tempo exposto ao sol. Esta afirmação dos autores gerou muita discussão, (Hábitos saudáveis podem prevenir 4 em cada 10 tipos de câncer).

Recomendamos para você:  Alimentos com impurezas tudo bem, mas rato pode?

Porém isso não quer dizer que quem gosta de ficar muito tempo no sol sem protetor solar ou quem fuma frequentemente tem o sinal verde para continuar com estes maus hábitos. No caso do cigarro e da exposição ao sol, não há dúvida da correlação com o câncer.

Para exemplificar um pouco melhor os resultados do estudo considere, por exemplo, que seus pais fumaram a vida inteira e não tiveram câncer. Isso não quer dizer que você tem “bons genes” e não terá câncer se fumar.

Quer dizer que seus pais jogaram um jogo muito perigoso e tiveram “sorte”, nada aconteceu de errado com suas divisões celulares. Seria muito arriscado e talvez até loucura sua jogar também este jogo. E o contrário também seria verdadeiro considerando que uma pessoa que sempre teve a vida regrada pode contrair câncer por “azar”.

O cigarro ainda é um super vilão

Ainda vale lembrar que o cigarro é responsável por 1/5 de todos os cânceres no mundo. Pegando dados dos Estados Unidos, 6,9% das pessoas desenvolvem câncer de pulmão, enquanto 0,6% câncer cerebral e 0,00072% câncer na laringe.

Alguns tipos de câncer têm causa clara relacionada aos maus hábitos:

  • O carcinoma basocelular – um tipo de câncer de pele mais comuns causado por grande exposição à radiação UV;
  • O câncer de pulmão – fortemente ligado ao tabagismo;
  • O câncer do cólon – dieta pobre e genes familiares;

Ou seja a recomendação de que não fumar, não beber, controlar a exposição ao sol, diminuir o consumo de carne vermelha, controlar o peso e o índice de gordura corporal são hábitos que pode sim diminuir e muito o risco de contrair alguns tipos de câncer. Estes hábitos, considerados de prevenção primária, não irão eliminar totalmente as chances de contrair a doença, mas irão aumentar as probabilidades ao seu favor em não contraí-la.

Veja Também:

Direcionando os novos estudos e recursos

Na visão dos autores, estes resultados devem ajudar a direcionar os investimentos e o foco dos pesquisadores quando se trata do câncer, focando mais na prevenção secundária que é basicamente detecção antecipada.

Recomendamos para você:  Você sabia? Partir o comprimido pode mudar efeitos do medicamento!

Uma vez que a maior parte dos tipos de câncer se dá pelas mutações genéticas aleatórias, os recursos deveriam ser investidos em pesquisas para ajudar a identificar o mais cedo possível uma mutação e não deixar que a doença se prolifere afetando outras partes do corpo. Se identificado em estado inicial, o câncer tem grandes chances de cura com os tratamentos atuais.

Atualmente apenas 10% do total de estudos submetidos nos Estados Unidos ganham fundos para serem conduzidos. Isso corresponde a cerca de $5 BI anuais. Para a importância que esta doença tem para o mundo, este valor é insignificante.

De qualquer forma, as mortes por câncer diminuíram muito nos últimos anos graças aos grandes esforços em pesquisa (Nova descoberta dá um grande passo para a cura do Câncer) e a mudança de hábitos da população.

Por isso, independentemente para onde os recursos em pesquisa irão, a prevenção sempre será uma saída mais barata. Para isso, nada melhor do que desenvolver bons hábitos (Hábitos saudáveis podem prevenir 4 em cada 10 tipos de câncer) para prevenir e diminuir as chances de que esta e outras doenças se manifestem.

Fontes:

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Rais - Viva Saudável

NOSSA MISSÃO:
Ser um sistema global de armazenamento de informações de saúde on-line, colaborativo, contemplando multifunções e cruzamento de dados, proporcionando o bem estar do ser humano através da segurança do histórico de saúde.

NOSSA VISÃO:
Tornar-se o sistema mundial de referência da informação da área da saúde até 2022, gerando dados relevantes e importantes para o ser humano.

NOSSOS VALORES:
Respeito, Igualdade, Confiança, Ética, Segurança, Qualidade de vida.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários