Novembro Azul alerta para diagnóstico precoce do câncer de próstata

No Brasil, são mais de 61 mil pacientes diagnosticados com a doença por ano

A campanha Novembro Azul busca alertar e informar a população sobre o que é o câncer de próstata. Um dos objetivos é incentivar a mobilização mundial e, principalmente dos homens para manutenção de consultas de rotina com um urologista.

O câncer de próstata é a doença que mais atinge homens (excetuando-se o câncer de pele não melanoma), e é constatada como a segunda causa de morte por câncer na população masculina, ficando atrás apenas do câncer de pulmão. No Brasil, anualmente, mais de 61 mil pacientes são diagnosticados com a doença.

“Infelizmente, hoje em dia, dois em cada dez pacientes com câncer de próstata são diagnosticados em fases mais avançadas da doença, o que torna o tratamento mais difícil”, afirma o urologista Rafael Buta.

Apesar de ser uma doença grave e levar a morte, a maioria das vezes seu desenvolvimento é lento. Os sintomas só aparecem com o passar do tempo, quando o tumor começa a crescer,  podendo ocasionar sangramentos, obstrução do jato urinário e dor na pelve. Em fases avançadas, as células malignas podem espalhar-se pelo corpo, causando lesões nos ossos, pulmões e outros órgãos.

De acordo com o médico, a principal forma de prevenção é a detecção precoce da doença. Um especialista é capaz de realizar uma avaliação individualizada sobre o risco de desenvolvimento da doença. Exames iniciais como dosagens do PSA (sigla em inglês para Antígeno Prostático Específico) e o exame físico da próstata são fundamentais.

De acordo com Rafael, “quando a próstata sofre algum dano, seja ele decorrente de inflamação, infecção, crescimento benigno ou surgimento de câncer, o PSA é detectado em valores mais altos no sangue”.

Caso apareça alterações no exame, o urologista solicitará uma biópsia da próstata. Nesse procedimento são retirados fragmentos da glândula e analisados pelo patologista. Somente desse modo é possível afirmar o diagnóstico de câncer de próstata.

Recomendamos para você:  Nova descoberta dá um grande passo para a cura do Câncer

A partir dos 50 anos, é obrigatório: todo homem deve consultar um urologista regularmente para uma avaliação individualizada. Por meio disso, o médico define a periodicidade de realização dos exames.

Mas caso o paciente seja negro ou tenha parentes de primeiro grau com histórico de câncer de próstata, a avaliação deve ser iniciada aos 45 anos.

Fonte: Portal Bonde

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

NOSSA MISSÃO:
Ser um sistema global de armazenamento de informações de saúde on-line, colaborativo, contemplando multifunções e cruzamento de dados, proporcionando o bem estar do ser humano através da segurança do histórico de saúde.

NOSSA VISÃO:
Tornar-se o sistema mundial de referência da informação da área da saúde até 2022, gerando dados relevantes e importantes para o ser humano.

NOSSOS VALORES:
Respeito, Igualdade, Confiança, Ética, Segurança, Qualidade de vida.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários