Como é o tratamento para a gengivite e o que esperar do resultado?

A gengivite é um mal que acomete milhares de pessoas, entenda melhor como tratá-la!

24/01/2020

Muitas pessoas apenas procuram um consultório odontológico ao perceberem que algo está errado. Isso ocorre, principalmente, quando há muita dor envolvida e algumas vezes até sangramentos.

Isso poderia ser evitado caso as consultas periódicas com o profissional da área da saúde odontológica fossem realizadas conforme são indicadas pelo menos uma vez a cada seis meses.

Entretanto, por diversos motivos, as pessoas acabam deixando essas visitas regulares ao dentista de lado seja por acreditar que tudo está bem com a sua saúde bucal ou por questões financeiras.

No momento que a dor aperta, entretanto, a urgência para ir ao dentista é grande, fazendo muitas vezes com que gastemos mais dinheiro em uma única consulta, por conta de todo o tratamento que deve ser realizado, do que gastaria em um ano com as consultas preventivas.

O que é gengivite?

A gengivite normalmente é o primeiro estágio entre várias inflamações que podem atingir a sua boca, principalmente na gengiva. Na grande maioria dos casos, é causada por conta de uma higiene bucal deficiente.

Como recomendação do dentista, é necessário escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia, principalmente logo após as refeições. Além disso, é essencial passar o fio dental diariamente.

Caso isso não ocorra, há uma grande probabilidade de que os restos de alimento se acumulem, criando assim a placa bacteriana, ou o biofilme, que é uma camada de bactérias que forma sobre a superfície dos dentes.

Por esse motivo, é tão importante realizar as consultas periódicas ao dentista. Através delas, além de todos os cuidados, eles também realizam limpezas especializadas, em que toda a placa bacteriana é devidamente retirada, evitando assim a probabilidade de ter gengivite.

Caso você ainda não tenha um dentista de confiança, procure um na internet através das estratégias de marketing na odontologia, garantindo um profissional de qualidade, que pode te auxiliar da melhor maneira em relação à gengivite.

Os principais sintomas da gengivite são:

  • vermelhidão;
  • inchaço;
  • sangramento.

Sendo assim, quando as pessoas percebem que estão com um leve sangramento, seja no momento da escovação ou ao passar fio dental, é importante ir ao dentista 24 horas, para garantir que não seja um maior problema.

Como funciona o tratamento da gengivite?

O tratamento da gengivite consiste em eliminar as causas da doença, para que os sintomas sejam revertidos, principalmente o da inflamação, impedindo que isso progrida para algo mais sério, como a periodontite.

A periodontite é uma doença mais grave que a gengivite e, dessa forma, quando os devidos cuidados não são tomados e, principalmente, quando o cirurgião dentista não é visitado com a frequência necessária, pode causar problemas mais graves, chegando até a perda dos dentes.

Por esse motivo, é tão importante cuidar da gengivite assim que ela der os primeiros indícios. Enquanto a gengivite é uma inflamação das gengivas, a periodontite ataca os ligamentos dos dentes, podendo deixá-los moles e em alguns casos, sendo necessário realizar uma intervenção cirúrgica.

Cuide da sua saúde bucal

Sendo assim, a principal forma de prevenção, é realizar a higienização bucal adequadamente. Como dito anteriormente, isso envolve escovar os dentes pelo menos três vezes por dia, principalmente após as refeições.

É igualmente importante que os produtos de higiene sejam selecionados de acordo com as indicações do dentista, garantindo que eles sejam os ideais para você. 

Normalmente, o aconselhado é que a pessoa escolha uma escova com cerdas macias, uma vez que cerdas duras ou médias podem danificar o esmalte dentário, além de machucar as gengivas, principalmente se a escovação for feita com muita força.

Com as gengivas machucadas, as bactérias têm uma maior facilidade em entrar em contato com o tecido da gengiva, causando as inflamações da gengivite.

Além disso, não esqueça de passar o fio dental diariamente. Muitas pessoas não o fazem por conta do trabalho que dá, mas é essencial para que toda a placa bacteriana seja retirada, uma vez que a escova não chega a todos os lugares da boca, principalmente entre os dentes.

Caso o seu cirurgião dentista solicite, use também o enxaguante bucal. Apesar de não ser indicado a todas as pessoas, em casos específicos pode ser muito útil, principalmente para a gengivite, o de periodontite e até mesmo de cáries.

Principalmente, não deixe de realizar as consultas periódicas com o seu dentista em uma clínica odontológica de confiança. Essa é a melhor maneira de realizar o tratamento da gengivite, através das limpezas, que acaba servindo como profilaxia e, dessa forma, retira totalmente a placa bacteriana e até mesmo o tártaro, se for o caso.


Also published on Medium.

Recomendamos para você:  Planos de saúde terão que cobrir 18 novos tratamentos a partir de 2018. Veja a lista!
Segredos para uma vida longa Dr. Victor Sorrentino

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Produtora de Conteúdo na Ideal Marketing. Graduada em Letras pela Universidade Anhembi Morumbi, é apaixonada por leitura e comunicação. Atualmente é Produtora de conteúdo web.

Receba mais saúde por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: