Fechar Anúncio X

Dentes sensíveis? Descubra as principais causas

O problema com dentes sensíveis pode afetar até as tarefas mais simples do cotidiano, como beber um drinque gelado em um dia de calor ou morder um alimento quente.

O problema com dentes sensíveis pode afetar até as tarefas mais simples do cotidiano, como beber um drinque gelado em um dia de calor ou morder um alimento quente. Até respirar pela boca, em ambientes muito frios, pode causar incômodo nesses pacientes.

Esse desconforto pode se transformar em dores fortes, quando o dente entra em contato com um doce ou uma comida mais azeda, e até mesmo durante a escovação.

Mas essa sensibilidade pode ser sinal de outros problemas bucais e precisam ser acompanhados por um profissional.

O que causa a sensibilidade dentária?

A sensibilidade dentária ocorre quando os tecidos mais internos do dente, ou os túbulos dentinários, ficam expostos na superfície. 

Isso pode acontecer devido à ação bacteriana – que produz ácidos corrosivos que destroem o esmalte e deixam a dentina à mostra –, ou por meio da retração gengival.

Essa exposição dos nervos dentários pode ocorrer de diversas formas, como:

  • Procedimentos cosméticos inadequados

A sensibilidade dentária pode ter origem em tratamentos estéticos odontológicos, como o clareamento ou a aplicação da lente de contato dental (se necessária a raspagem), quando não aplicados por um profissional qualificado.

Contudo,  ela raramente é causada pelo procedimento em si, sendo normalmente originadas por falhas na aplicação que causam os efeitos colaterais.

A falta de proteção apropriada nas gengivas, a cimentação incorreta das facetas de porcelana, o desgaste excessivo dos dentes ou danos acidentais à dentina são alguns dos erros de aplicação que podem causar dores.  

  • Tratamento ortodôntico

Outra causa comum para o princípio da sensibilidade é a realização do tratamento ortodôntico, por meio do uso do aparelho dental invisivel, ou qualquer outro tipo de acessório de correção estrutural.

No entanto, esse desconforto é causado pela força da tração colocada sobre os dentes para a realização da movimentação necessária. 

Neste caso, os sintomas costumam passar em poucos dias, uma vez que os nervos não estão expostos, e são originados nos processos de manutenção – que podem forçar mais a movimentação.

  • Escovação inadequada

A escovação rápida, com muita força e auxiliada por uma escova de cerdas muito rígidas pode desgastar a blindagem natural do dente, expondo os nervos dentários e causando dor. 

Além disso, escovar o dente assim que terminar de comer também pode ser danoso aos dentes por ocasionar um processo abrasivo intenso.

Deste modo, é preciso esperar cerca de trinta minutos após a última refeição para escovar os dentes com segurança.

  • Doenças bucais

O bruxismo e as doenças gengivais, como a gengivite e a periodontia, são outras possíveis causadoras da sensibilidade, seja por conta da pressão exercida nos dentes e seu desgaste, ou pela inflamação.

Assim, seja nesse contexto ou devido ao uso do aparelho invisivel, é importante comentar com o dentista sobre os sintomas para que ele averigue o quadro e identifique a causa com precisão para que seja tratada adequadamente.

Problemas causados por dentes sensíveis

Os dentes sensíveis podem causar dificuldade na mastigação e, consequentemente, na nutrição adequada. 

O quadro também limita os tipos de alimentos que podem ser ingeridos sem desencadear desconforto.

Além disso, quando é muito forte, as pessoas podem apresentar problemas para realizar a higienização bucal adequada, o que prejudica ainda mais a saúde do dente e piora as dores. Por isso, o tratamento com o dentista é fundamental para a melhora dos sintomas.

Quais são os tratamentos disponíveis?

O tratamento do problema dependerá do que está causando a sensibilidade. Se ela for causada pela escovação, além dos procedimentos para diminuir a exposição dentária, é preciso que o paciente:

  • Troque a escova de dente por uma macia ou extra macia;
  • Utilize creme dental e enxaguante especiais para reduzir a sensibilidade;
  • Mude a forma com que realiza as escovações;
  • Esteja atento para não ferir as gengivas com o fio dental;
  • Use produtos de higiene que contenham flúor.

Neste caso, o dentista irá auxiliar com a educação sobre a forma certa de escovar os dentes, a frequência ideal e qual a quantidade de força e produtos que devem ser empregados.

Mas se a causa da sensibilidade for a exposição devido às cáries e ações bacterianas, esses problemas específicos devem ser tratados primeiro e, depois, é aplicado um verniz sobre a área sensível para ajudar na remineralização do esmalte dentário.

Também pode ser feita a aplicação de um agente impermeabilizante para isolar a dentina, além do uso de um laser terapêutico em diversas ocasiões para finalizar a proteção dental.

Por fim, cabe ressaltar que os pacientes que possuem o implante dentario não podem sentir dor na unidade implantada, pois os nervos naturais já não estão mais ali. 

No entanto, as bactérias causadoras da gengivite e da cárie podem atacar as gengivas e a prótese fixada.

Por isso, a atenção com a escovação e o uso do fio dental deve ser a mesma. Até porque, esses microrganismos bucais podem acabar comprometendo a cirurgia, obrigando sua retirada e reinstalação, aumentando o valor de um implante dentario ou causando problemas na cavidade como um todo.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.

O que achou deste conteúdo?
+1
+1
+1
+1
+1
+1
+1

Recomendamos para você:  Exercícios físicos que ajudam na prevenção do câncer de mama

Also published on Medium.

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.