contato@raislife.com

Confira o que há de novo por aqui.

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Siga no instagram

Raislife

@raislifecom
Viva saudável em todos os sentidos da vida
Vida | Saúde | Negócios

Envie uma mensagem para o nosso WhatsApp para contato e parcerias.

cursos

Curta no face

Depressão crônica pode causar até inflamações no cérebro, diz estudo!

Você sabia que além dos sintomas psicológicos já conhecidos, a depressão também pode causar danos físicos ao cérebro?

Uma recente pesquisa realizada no Toronto’s Centre for Addiction and Mental Health, no Canadá, e publicada no periódico The Lancet  Psychiatry descobriu que, quando não tratada, a doença pode inflamar o cérebro. Estudos anteriores mostraram que a depressão poderia levar à diminuição do hipocampo, região do cérebro responsável pela memória.

O estudo foi realizado com a medição da proteína translocadora (TSPO) no cérebro de 80 participantes voluntários, por meio de um exame parecido com uma tomografia. A TSPO é produzida pelas células micróglias, que são responsáveis por controlar o sistema imunológico do cérebro.

Entretanto, quando sua atividade é exagerada, a TSPO pode causar inflamação excessiva do órgão, associada a doenças neurodegenerativas e à depressão.

De acordo com Jeff Meyer, principal autor do estudo,”a maior inflamação no cérebro é uma resposta comum a doenças cerebrais degenerativas à medida que elas progridem, como a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson”.

Desta forma, quanto mais TSPO houver no cérebro, mais micróglias, mais inflamação…

Do total de participantes do estudo, 25 tinham histórico de depressão de dez anos ou mais; 25 tinham a doença por nove anos ou ou menos, e 30 delas não tinham depressão.

Nos resultados, os dois grupos com a doença tinham mais níveis de TSPO do que os participantes que não tinham depressão. Entretanto, os participantes com a doença há, no mínimo, 10 anos tinham 30% mais inflamação no cérebro do que o grupo que sofria com a depressão há menos tempo…

Segundo os pesquisadores, esses resultados mostram que medicamentos anti-inflamatórios podem ajudar pacientes com depressão crônica.

Recomendamos para você:  O que eu aprendi de positivo quando eu descobri que tinha Câncer de colo do útero.

Agora, Meyer e sua equipe se voltam à investigação de tratamento para esses casos. Novos estudos ainda são necessários.

Com informações VivaBem – UOL

 

O que achou deste conteúdo?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

comente o que achou do conteúdo

Compartilhe