Você sabia? Autismo pode ser detectado com exames de sangue e de urina!

Testes tiveram uma taxa de acerto de 90%. A descoberta pode levar a um diagnóstico precoce e intervenções..

27/02/2018

Um novo estudo realizado pela Universidade de Warwick, no Reino Unido, e liderados por Naila Rabbani e sua equipe, podem ter encontrado uma ligação entre autismo e proteínas no sangue! Isso mesmo.. A pesquisa foi publicada no periódico Molecular Autism. 

Os cientistas criaram um teste que envolve a busca por proteínas danificadas no sangue – por meio de exames de urina e sangue, e o estudo afirma que isso pode ser usado para identificar a condição.

De acordo com a cientista, “a descoberta pode levar a um diagnóstico precoce e intervenções. Esperamos que os testes também revelem novos fatores causais. Com mais pesquisas, pode ser possível revelar perfis específicos de urina ou compostos com modificações danosas. Isso pode ajudar a melhorar o diagnóstico de autismo e apontar novas causas dele”, concluiu ela.

Os testes da pesquisa foram conduzidos em parceria com outras instituições, 38 crianças (29 garotos e 9 garotas) com autismo foram selecionadas, e um segundo grupo de outras 31 crianças – 23 garotos e oito garotas – sem a condição, com idade entre cinco e doze anos de idade.

Exames de urina e sangue foram realizados nas crianças buscando diferenças químicas entre os dois grupos, especificamente, um nível mais alto do marcador de oxidação ditirosina e de proteínas e gorduras conhecidas como “produtos finais da glicação avançada” (AGEs, na sigla em inglês).

O resultado dos exames mostrou uma taxa de acerto de 90% para detectar autismo.

Considerando a pequena amostra utilizada na pesquisa, mais testes serão realizados, e os pesquisadores continuarão a desenvolver o método.

Com informações Revista Super Interessante

Recomendamos para você:  Fome pode levar célula tumoral a migrar pelo corpo, segundo pesquisador

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

NOSSA MISSÃO:
Ser um sistema global de armazenamento de informações de saúde on-line, colaborativo, contemplando multifunções e cruzamento de dados, proporcionando o bem estar do ser humano através da segurança do histórico de saúde.

NOSSA VISÃO:
Tornar-se o sistema mundial de referência da informação da área da saúde até 2022, gerando dados relevantes e importantes para o ser humano.

NOSSOS VALORES:
Respeito, Igualdade, Confiança, Ética, Segurança, Qualidade de vida.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários