Fechar Anúncio X

Especialidades médicas mais bem pagas no Brasil e no mundo.

Dentre mais de 50 especialidades médicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) brasileiro, saiba quais são as que possuem os melhores salários da área médica.

Saber as especialidades médicas mais bem remuneradas pode ajudar o futuro profissional a escolher ou reafirmar seu caminho. Claro que quando a remuneração e a paixão encontram-se, é ai que estão os maiores rendimentos.


Então avaliar como o mercado enxerga a profissão médica e suas especialidades é muito importante para os futuros e atuais profissionais.

Profissionais de saúde, divulguem seu conteúdo profissional com o RaisLife Blog Partners. Entenda mais clicando no link aqui.

Especialidades médicas mais bem remuneradas nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, as especialidades médicas mais bem remuneradas possuem um ranking mais atualizado, os dados são de 2016. Segundo o site Medscape.

Para a pesquisa, os médicos foram convidados a fornecer sua compensação anual para atendimento ao paciente. Para os médicos empregados, a compensação de assistência ao paciente inclui salário, bônus e contribuições para participação nos lucros. Para os associados a empresas, isso inclui lucros após impostos e despesas de negócios dedutíveis, mas antes do imposto de renda.

Os três principais assalariados este ano são ortopedistas (US $ 443.000), cardiologistas (US $ 410.000) e dermatologistas (US $ 381.000). Ortopedistas e cardiologistas foram números um e dois no ano passado, bem como suas remunerações ficaram em $ 421.000 e $ 376.000, respectivamente.

Dentro destas especialidades há provável ser uma escala larga dos salários, porque na ortopedia e na cardiologia, por exemplo, incluem as subespecialidades cirúrgicas, que tendem a fazer significativamente mais receita do que seus contrapartes generalistas. Este ano, os menores salarios, a partir do último lugar, são pediatras (US $ 204.000), endocrinologistas (US $ 206.000) e médicos de família (US $ 207.000). Essas especialidades estavam nos três últimos colocados no ano passado também.

Veja a lista completa abaixo:

Especialidades médicas mais bem remuneradas no Brasil e no mundo.

O portal traz ainda as especialidades que mais aumentaram a receita onde Reumatologia, Medicina Interna e Nefrologia lideram a lista.

Recomendamos para você:  Diagnosticando e Tratando INSUFICIÊNCIA CARDÍACA em 3 MOMENTOS e 4 METAS!

 

Especialidades médicas mais bem remuneradas no Brasil

No Brasil, a pesquisa que encontramos que mostra este ranking é de 2014, da Catho, empresa de recrutamento e seleção de profissionais para o mercado de trabalho. E mesmo assim alguns sites aproveitaram este dado nos anos subsequentes.

As Top 3 especialidades médicas mais bem remuneradas no Brasil são Cirurgião Plástico, Cirurgião e Ortopedista. Lembrando que se comparada com a pesquisa americana, as especialidades de Ortopedia e Cardiologia lá continham as subespecialidades de cirurgia.

A revista Exame traz o ranking completo das profissões, que você pode ver abaixo:

Cargo Média salarial (R$)
Cirurgião plástico 18.564,06
Cirurgião 15.975,62
Ortopedista 14.353,50
Médico auditor sênior 9.909,01
Médico anestesista 9.849,27
Dermatologista 9.058,19
Hematologista 9.025,78
Mastologista 8.999,42
Oncologista 8.912,16
Colonoscopista 8.820,52
Médico radiologista 8.572,24
Oftalmologista 8.035,75
Otorrinolaringologista 7.975,02
Obstetra 7.845,54
Proctologista 7.845,54

E ainda mostra o quanto a qualificação e ter mais de 1 idioma influencia neste valor:

Qualificação e a influência na remuneração Médica:

Qualificação Média salarial (R$)
Mestrado/doutorado 12.084,48
MBA 9.061,76
Pós graduação/especialização 8.690,91
Graduação 4.690,91

Idiomas e a influência na remuneração Médica:

Nível num idioma estrangeiro Média salarial (R$)
Avançado/fluente 8.988,69
Intermediário 7.478,96
Básico 7.019,59

Quantidade de médicos por especialidade no Brasil

Segundo o CFM (Conselho Federal de Medicina), sete especialidades concentram mais da metade dos médicos brasileiros. O estudo sugere que o futuro número de especialistas poderá sofrer influência da oferta de postos de trabalho e de políticas de abertura de vagas de Residência Médica em determinadas especialidades.



Segundo o CFM, “sete especialidades médicas concentram 53% dos profissionais com títulos dentre as 53 áreas reconhecidas no Brasil. A Pediatria é a área mais procurada entre os médicos brasileiros, reunindo 30.112 titulados, ou 11,23% do total de especialistas no país. A ela, se juntam Ginecologia e Obstetrícia, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Anestesiologia, Medicina do Trabalho e Cardiologia no topo desse ranking.

Recomendamos para você:  Pressão alta: O que é e porque ela é tão importante para você

As quatro primeiras especialidades, que somam 37%, pertencem às chamadas áreas básicas da Medicina. Além das primeiras da classificação, também se destacam a Ortopedia e Traumatologia, Oftalmologia, Radiologia e Diagnóstico por Imagem, Psiquiatria, Dermatologia, Otorrinolaringologia, Cirurgia Plástica e Medicina Intensiva. Assim, as 15 especialidades do topo concentram 74% do total de médicos titulados (197.718).

Na posição oposta, outras dez especialidades agregam 5.937 profissionais, o que representa 2,21% do total. Entre elas, aparecem: Genética Médica, Cirurgia de Mão, Radioterapia, dentre outras. As três últimas deste grupo contabilizam em todo o país um total de apenas 908 médicos titulados. A Radioterapia possui 497 profissionais (0,19% do total); a Cirurgia da Mão, outros 411 (0,15%); e a Genética Médica um montante de 200 (0,07%).CFM – 2013

Escolher a especialidade mais bem paga não é sinônimo de sucesso

A escolha da especialidade que o profissional de medicina vai atuar é um passo importantíssimo em sua vida profissional. Se este passo for dado somente pensando na remuneração, ele pode trazer frustrações futuras para você.

Por isso é importantíssimo avaliar também as aptidões pessoais além do fator financeiro e tomar estes estudos apenas como referência. Afinal de contas, um bom profissional ganha dinheiro em qualquer área. Ainda, ser excelente no que faz irá te trazer além da realização financeira, a realização pessoal e profissional.

Conheça o curso que está revolucionando a vida das pessoas.

Qual especialidade médica dá mais dinheiro?

As especialidades médicas mais bem pagos do Brasil são: Cirurgia Plástica, Cirurgia Geral e Ortopedia. Estas 3 tops são seguidas de Médico Auditor, Médico Anestesista e Dermatologista, segundo levantamento de 2014, no Brasil

Quais são as residências médicas mais concorridas?

As 10 mais procuradas residências médicas do Brasil são: Clínica Médica em primeiro lugar (11,2% do total), seguida de Pediatria (10,3%), Cirurgia Geral (8,9%), Ginecologia e Obstetrícia (8%) e Anestesiologia (com 6%) fecham as top 5 procuradas. Ainda tem, Medicina do Trabalho (4,2%), Ortopedia e Traumatologia (4,1%), Cardiologia (4,1%), Oftalmologia (3,6%) e Radiologia e Diagnóstico por Imagem (3,2%).

Recomendamos para você:  Você sabia? Alguns hábitos são tão prejudiciais à saúde quanto fumar!

Qual é a melhor área da medicina?

A melhora área da medicina é aquela que o profissional mais se identifica. É importante, antes de escolher a especialidade que irá atuar, levar esta aptidão em consideração. Até porque serão horas e anos de estudos dentro da mesma especialidade. Vale ressaltar que, dentre as especialidades da Medicina com a maior quantidade de profissionais no Brasil temos: Pediatria. Ginecologia e Obstetrícia. Cirurgia Geral. Clínica Médica. Anestesiologia. Medicina do Trabalho. Cardiologia. Ortopedia e Traumatologia.

Quem ganha mais cirurgião ou anestesista?

O Cirurgião plástico lidera a lista dos mais bem pagos, com R$ 18.564,06 de salário médio mensal, seguidos por Cirurgião (15.975,62), Ortopedista (14.353,50) e Médico auditor sênior (9.909,01) O Médico anestesista aparece em quinto lugar com (9.849,27). Lembrando que estes são salários médios de profissionais da área.


Also published on Medium.

Segredos para uma vida longa Dr. Victor Sorrentino

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: