EUA aprovam terapia inédita para tratamento do câncer

Aprovação inaugura promissora era da medicina!

A agência americana responsável pela regulamentação de medicamentos (FDA), aprovou o que podemos considerar como o início de uma era promissora na medicina: um tratamento contra o câncer capaz de combatê-lo.

Chamada comercialmente de Kymriah (tisagenlecleucel), da farmacêutica suíça Novartis, a terapia celular será recomendada no tratamento de leucemia linfóide aguda, que é um tipo de câncer considerado comum em crianças e adolescentes.

Também poderá ser uma opção para pacientes com até 25 anos que não melhoraram com nenhum outro tratamento.

“Estamos entrando em uma nova fronteira de inovação médica com a capacidade de reprogramar as células do próprio paciente para atacar um câncer mortal”, afirmou o diretor da agência, Scott Gottlieb.

Como funciona

Conhecido como CAR-T, o método associa a imunoterapia à engenharia genética, e é personalizado, o que significa que cada dose será customizada para cada paciente.

A confecção do tisagenlecleucel (Kymriah) consiste na retirada das células de defesa do sangue do próprio doente e modificá-las, em laboratório.  Uma vez alteradas, as células, mais fortes, serão reintroduzidas no paciente. Dessa forma, se tornam capazes de reconhecer e destruir o tumor de forma eficaz.

De acordo com o estudo conduzido por meio da terapia, uma dose única de Kymriah fez desaparecer por completo tumores de 83% dos participantes da pesquisa. Oncologistas consideraram os resultados impressionantes, e afirmaram ser um grande avanço no tratamento do câncer.

Efeitos colaterais

Entretanto, a nova terapia pode ter efeitos colaterais graves. Um dos efeitos colaterais que pode aparecer com frequência é a resposta exacerbada do sistema imunológico, causando febre muito alta e queda súbita de pressão arterial.

Dificuldade para respiração e inchaço dos órgãos também estão entre os possíveis efeitos frequentes. Em alguns pacientes já debilitados, essas reações graves podem ser fatais.

Recomendamos para você:  Quer se precaver dos excessos de final de ano? Confira dicas!

Em maio, a Kite Pharma revelou que uma pessoa havia morrido durante o ensaio clínico por causa de um edema cerebral. E, em julho de 2016, a Juno Therapeutics, outra companhia que testa o CAR-T informou que quatro pessoas morreram durante os estudos. Todas de edema cerebral. O procedimento só deve ser realizado em ambiente hospitalar.

Outros tumores

O CAR-T tem mostrado resultados impressionantes no tratamento de leucemias e linfomas — que não melhoram com as terapias convencionais. A pesquisa está sendo estudada também para outros quarenta tipos de câncer, entre eles o de pâncreas, intestino, ovário e pulmão.

O tratamento deverá custar 475 mil dólares — o equivalente a 1,5 milhão de reais.


Also published on Medium.

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Somos um blog de informações sobre Saúde, Beleza e Vida Saudável. Nosso objetivo é promover informações relevantes em saúde para a população em geral ter uma melhor qualidade de vida. ❤ ❤
Para isso, temos uma produção própria de conteúdo e contamos com parceiros, profissionais de saúde empresas da área, produtoras de conteúdo. Caso você se identifique com nosso propósito, queira se tornar um parceiro do Raislife Blog,  ter um perfil profissional na nossa página e poder divulgar seus conteúdos de forma GRATUITA, entre em contato conosco pelo email contato@raislife.com. Vamos juntos promover saúde e qualidade de vida para todos. ❤ ❤ ❤ ❤

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.