Fechar Anúncio X

Impactos da alimentação na higiene bucal

Do mesmo modo que a alimentação é fundamental para o funcionamento do nosso organismo, ela também interfere na saúde dos dentes e tem efeito em toda a higiene bucal.

Cada tipo de comida possui efeitos distintos no funcionamento do corpo, e com a boca não poderia ser diferente. A alimentação pode interferir na produção e qualidade da saliva, nos níveis de acidez bucal, além de poder propiciar o aparecimento de doenças bacterianas.

Por isso, para ter dentes mais fortes e saudáveis, é necessário começar compreendendo como a nossa dieta pode interferir positiva ou negativamente na integridade dos dentes.

Benefícios de uma dieta equilibrada para a saúde dos dentes

Investir em alimentos mais frescos – frutas, verduras e legumes –, é fundamental para prevenir doenças como a diabetes e os problemas cardíacos. No entanto, esse tipo de alimentação também pode proporcionar diversos benefícios para os dentes.

O consumo de maçãs, cenouras, brócolis e folhas verdes escuras (de preferência cruas), apresenta várias vantagens para a saúde bucal, como:

  • Fortifica os dentes;
  • Auxilia na limpeza;
  • Aumenta a produção de saliva;
  • Remove a formação de placas;
  • Protege o esmalte dentário.

Já os alimentos como o morango, abacaxi e gengibre podem ajudar até na realização do clareamento dental natural, devido aos componentes adstringentes, como o ácido málico e a bromélia.

As comidas com maior concentração de gordura natural, como o azeite, as nozes e castanhas ou o abacate, podem prevenir o aparecimento de cáries. Isso porque elas protegem a superfície dentária, criando uma película de gordura que envolve o esmalte.

Enquanto isso, os derivados do leite por serem ricos em cálcio, ácido láctico, fósforo e proteína, fazem a remineralização dos dentes e reduzem a acidez bucal. Isso os torna mais fortes e menos propensos à fermentação das bactérias responsáveis pela cárie.

Problemas bucais causados por uma alimentação desregrada

Já o consumo de comidas industrializadas, processadas ou ricas em açúcares e gorduras podem causar danos graves à integridade dos dentes.

Os refrigerantes, balas e qualquer alimento açucarado, representa uma ameaça à saúde bucal, justamente, por ser altamente cariogênico. 

Isso significa que as bactérias bucais conseguem se reproduzir e fermentar esse tipo de açúcar com maior facilidade, aumentando as chances da formação de cáries.

Além disso, os doces mais duros ou pegajosos (como o chiclete) podem acabar quebrando o aparelho ortodôntico e atrapalhando o desenvolvimento do tratamento. 

Além disso, eles podem ficar presos entre os ferros do acessório, tornando a higienização mais complicada.

O consumo excessivo de fast-food tem representado uma falta de estímulo mastigatório, principalmente nas crianças, gerando um notável atraso da esfoliação dos dentes decíduos (popularmente conhecidos como dentes de leite).

Essa esfoliação é necessária para que o dente fique mole e saia, dando espaço para o nascimento dos dentes permanentes. 

Caso isso não ocorra naturalmente, será necessário o acompanhamento do dentista pediatra, pois os dentes posteriores podem ficar encavalados e causar problemas ortodônticos.

Esses alimentos industrializados também costumam ser bastante ácidos, o que provoca a corrosão da superfície dentária. 

Como resultado desse desgaste, o paciente passa a sentir sensibilidade, alterações na coloração natural e até defeitos na estrutura do dente.

A importância da alimentação após os procedimentos odontológicos

A dieta seguida pelo paciente pode, inclusive, influenciar no processo de recuperação após a realização de alguns procedimentos na cavidade bucal.

Os pacientes que colocam o implante dentário, por exemplo, costumam precisar evitar alimentos quentes e sólidos, pois estes podem causar o sangramento do local operado e machucar a região do implante.

Essa dieta costuma ser necessária apenas pelas primeiras 48h depois da cirurgia, mas a reintrodução de comidas mais duras pode demorar um pouco mais.

A mesma coisa pode ocorrer com quem colocou a lente de contato dental. Ainda que esse procedimento não seja invasivo por se tratar de facetas ultrafinas de porcelana, morder alimentos duros ou um gelo pode trincar e até quebrar a prótese.

Durante todo o tratamento ortodôntico, é necessário que o paciente esteja atento aos alimentos ingeridos, principalmente porque durante esse período a escovação fica dificultada e existe a maior tendência a inflamações gengivais.  

No caso do aparelho móvel, o consumo de qualquer líquido muito quente pode deformar o aparelho. Portanto é necessário lembrar de sempre removê-lo antes, para não quebrar ou manchar a resina. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

O que achou deste conteúdo?
+1
+1
+1
+1
+1
+1
+1

Recomendamos para você:  Procedimentos estéticos dentais: Descubra quais existem e como são realizados

Also published on Medium.

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.