Fechar Anúncio X

O que faz um especialista em reprodução humana?

O profissional desta especialidade auxilia suas pacientes/casais de pacientes, a terem filhos. Entenda melhor este Post.

Um ramo da medicina que vem crescendo exponencialmente nas últimas décadas é o da reprodução humana. O profissional desta especialidade auxilia suas pacientes/casais de pacientes, a terem filhos. As mulheres e homens que a ele recorrem não raro passaram antes, por exemplo, por ginecologistas ou urologistas para tentarem engravidar.

No entanto, quase sempre elas acabam chegando aos médicos especialistas em reprodução humana. Os próprios profissionais de outras áreas, muitas vezes, são quem as encaminha para eles. Todos sabem que, em casos de infertilidade, é ao médico focado na reprodução assistida que se deve recorrer.

Tecnicamente, define-se a infertilidade como a incapacidade de engravidar após um ano de atividade sexual regular entre os parceiros sem o uso de qualquer método contraceptivo. Há, porém, outros fatores que podem ser indício, ou causa, da infertilidade. Alguns deles são:

  • A não-ocorrência de uma gravidez após seis meses de tentativas, no caso de mulheres acima de 35 anos;
  • Ocorrência de ciclos menstruais irregulares, os quais podem estar relacionados a distúrbios da ovulação;
  • Histórico de endometriose na mulher;
  • Homem que apresente um espermograma alterado, ou que tenha doenças as quais podem afetar seus espermatozoides.

Não obstante tratar-se de um problema sério e delicado, a infertilidade pode ser superada. Existem métodos e tratamentos para tanto. Vamos, agora, conhecer alguns deles.

A reprodução humana assistida na luta contra a infertilidade

Ao ser identificada por um especialista a infertilidade de um casal, deve-se escolher e conduzir o tratamento mais indicado para o caso. Para cada causa de infertilidade, há geralmente um tratamento que é o mais adequado. O médico e o casal devem decidir em conjunto o que farão.

Os tratamentos para engravidar mais empregados são:

Recomendamos para você:  Pedras nos rins: você sabe como elas se formam?
  1. Inseminação artificial – É um procedimento no qual o sêmen é depositado dentro da cavidade uterina. É indicado, em especial, para mulheres que tenham distúrbios de ovulação ou muco cervical espesso. Também serve para homens que apresentem alterações discretas no sêmen;
  2. Fertilização in Vitro – Em tal procedimento, a produção ovariana da mulher é estimulada. Na sequência, os óvulos gerados são captados por punção e fertilizados por espermatozoides em laboratório. O embrião formado nesse processo é, então, implantado no útero da mulher;
  3. Congelamento de óvulos – Muito usado por mulheres que querem engravidar futuramente, mas temem estarem em idade muito avançada para tanto quando tomarem tal decisão. Os óvulos da mulher ainda jovem são congelados para uso posterior;
  4. Coito programado – Este tratamento consiste no acompanhamento do ciclo reprodutivo da mulher por parte do médico, o qual ajuda a determinar o melhor dia para que o casal tenha relações sexuais e surja uma gravidez;
  5. ICSI – Aqui, o que o especialista faz é tecnicamente chamado de injeção intracitoplasmática de espermatozoides. Em suma, um espermatozoide saudável é escolhido microscopicamente e inserido diretamente dentro do óvulo, para que disto resulte uma gestação.

Como fica claramente demonstrado, o rol de intervenções possíveis para o tratamento e a superação da infertilidade é extenso. Os exemplos citados acima são apenas alguns deles – há outros. Busque sempre um especialista em reprodução humana quando enfrentar dificuldades para engravidar.

Segredos para uma vida longa Dr. Victor Sorrentino

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: