Fechar Anúncio X

Quais tratamentos estéticos fazer durante o verão?

Na estação do ano em que talvez mais se valorize a boa aparência – em especial, a beleza e a atratividade do rosto

Na estação do ano em que talvez mais se valorize a boa aparência – em especial, a beleza e a atratividade do rosto –, a harmonização facial e seus benefícios se mostram ainda mais importantes para o bem-estar de cada mulher e de cada homem. Para o bem-estar físico, e para o bem-estar emocional. Estamos falando, é claro, do verão.

Em um país ensolarado como o Brasil, onde a incidência dos raios ultravioletas (UV) é alta em tal estação na maior parte do território, nunca será demais prevenir-se contra queimaduras, ou mesmo contra o envelhecimento antecipado da pele. De quais maneiras?

  • Tomando sol apenas antes das 10h e após as 16h, quando a incidência de raios UV é menor e sua ação sobre a pele, menos daninha;
  • Usando protetor solar sempre – e não somente durante as férias, como erroneamente alguns fazem;
  • Hidratando-se constantemente. Tomar muita água, todos os dias, mesmo se estiver sem sede. A sede, na verdade, quando surge, é sinal de que o corpo já está levemente desidratado;
  • Alimentando-se com itens leves e que contenham compostos que beneficiem a pele – estamos falando, em especial, de frutas e legumes.

Algumas vezes, porém, os males causados – por exemplo, pelo sol excessivo – já são uma realidade. Quando isso ocorre, é chegado o momento de se partir para a harmonização facial.

Como funciona a harmonização facial

A harmonização facial corresponde a um conjunto de procedimentos e substâncias usados para reverter os sinais de envelhecimento, precoce ou não, quando estes surgem no rosto humano.

É uma opção para tanto muito menos invasiva, por exemplo, do que a ritidoplastia – a clássica cirurgia plástica, a qual também tem sua importância no combate aos efeitos do envelhecimento, mas que pode ser substituída, em vários casos, justamente pela harmonização facial.

Recomendamos para você:  A TOXINA BOTULÍNICA, o famoso "BOTOX" é um dos procedimentos mais buscados pelos pacientes dentro da ESTÉTICA AVANÇADA DA FACE.

Mas, como funciona a harmonização facial?

Trata-se de um procedimento, ou de um conjunto de procedimentos, os quais visam equilibrar o rosto, projetando ou minimizando no mesmo as partes desejadas. Ela abrange quase toda a face e tem a vantagem de não ser uma técnica tão invasiva como a cirurgia. Além disso, é de recuperação rápida e, quase sempre, indolor.

Harmonização facial: como é realizada?

A harmonização facial guarda toda uma metodologia para que possa ser feita.

Primeiro, a consulta. É de fundamental importância que um dermatologista ou outro profissional do ramo de saúde ouça com atenção as queixas e demandas do paciente. Ele saberá orientá-lo e dizer o que pode ser feito em cada caso.

Depois, os exames. Eles são de grande relevância, dado que determinarão, por exemplo, a sensibilidade da paciente às substâncias que eventualmente serão usadas no procedimento que vier a ser escolhido para o caso, dentro do rol de opções que a harmonização facial traz.

Bioestimulação de colágeno, aplicação de toxina botulínica (Botox®), bichectomia… são muitas as alternativas. Uma vez escolhido, em tal leque de ações possíveis, o procedimento será levado adiante e renderá seus frutos.

Após a concretização da harmonização facial, um período de repouso é indispensável. O ideal é que a pessoa descanse por dois ou três dias. Convém ainda, durante algum tempo, que se evite a exposição ao sol, atividades físicas e mesmo movimentos bruscos no rosto.

Depois de tais cuidados pós-operatórios, bastará à pessoa usufruir dos benefícios estéticos que a cirurgia lhe trouxer – os quais, no mais das vezes, não são poucos.

Segredos para uma vida longa Dr. Victor Sorrentino

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: