Relaxamento diminui a pressão arterial

Técnicas de relaxamento são tão eficientes que podem até ajudar você a deixar de tomar medicamentos para controle de pressão.

28/01/2015

rais-data-saude-relaxamento-pressao-alta-header

Técnicas de relaxamento podem ser amplamente usadas, inclusive para combater a pressão alta. Várias são as causas da pressão alta, dentre elas excesso de peso, falta de atividade-física e estilo de vida agitado e estressante juntamente com a ansiedade. As implicações disto são catastróficas levando a doenças cardíacas, cansaço extremos até a derrames e depressão.

A maneira mais rápida de controlar esta disfunção é tomando medicamentos para controle de pressão, porém eles possuem vários efeitos colaterais. O ideal mesmo e mantê-la sob controle, tendo um estilo de vida regrado em alimentação, atividade física e estresse.

Porém nem sempre é possível controlar todas as variáveis desta equação. E ai é que técnicas simples podem ajudar, como o relaxamento.

O que o relaxamento faz no seu organismo?

Já havíamos comentado em outra matéria que a respiração superficial pode ser um agravante da pressão arterial alta e do estresse. E agora pesquisadores da Benson-Henry Institute for Body Medicine, fizeram um estudo revelador que comparou uma técnica de relaxamento chamada “resposta ao relaxamento” com os resultados de pessoas que mudaram o estilo de vida como redução de sódio, perda de peso e exercícios físicos somente, sem cuidar da parte mental.

Os resultados foram surpreendentes: O grupo que fez relaxamento teve mais redução da pressão arterial do que o grupo que realizou a mudança no estilo de vida, e ainda 32% dos voluntários do grupo de relaxamento conseguiram retirar da sua prescrição pelo menos um comprimido do remédio de redução de pressão, comparado com 14% do grupo de mudança de estilo de vida.

Que a mudança de estilo de vida traz resultados preventivos contra a pressão alta e outras doenças graves como câncer, diabetes dentre outras, não há dúvida. Mas a novidade veio em descobrir que se você não estiver relaxado, nada disso faz o efeito desejado.

Recomendamos para você:  Você sabia? Alguns hábitos são tão prejudiciais à saúde quanto fumar!

Como relaxar com a vida tão agitada?

O relaxamento é mais do que uma técnica, é um hábito saudável que todos nós devemos ter. Independente do processo que você utilize, controlar a respiração e ter um momento onde você olha para o seu próprio organismo e para o seu “eu” tem se mostrado uma prática muito saudável.

Conversamos aqui sobre a técnica da respiração profunda,  sobre o Yoga para relaxar e conseguir dormir melhor e também existem também outras técnicas que você pode usar com o objetivo de reduzir este nível de estresse e assim controlar os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea.

Técnica Resposta ao Relaxamento

A técnica da “resposta ao relaxamento” foi desenvolvida pelo Dr. Herbert Benson, de Harvard e tem se mostrado bastante efetiva no controle e redução dos batimentos cardíacos, pressão sanguínea, respiração e tensão da musculatura. Aqui vão os passos para esta técnica:

  1. Sentado, confortavelmente e feche os olhos (o lugar pode ser a própria mesa de trabalho, sem problemas, mas de preferência um local sem muita distração);
  2. Escolha uma palavra, ou frase positiva que você irá repetir, como um Mantra da Meditação, pode ser a palavra “amor” ou “paz” ou mesmo uma oração;
  3. Com os olhos fechados, comece a sentir seu corpo relaxando, começando pelo pé, passando por tornozelos, joelhos, abdômen até o pescoço e cabeça. Minha dica aqui é, se tem algo doendo, como as costas ou a perna, fique um pouco mais de tempo nesta região concentrando-se na dor e imaginando ela indo embora;
  4. Respire pelo nariz concentrando-se no seu “Mantra”, aquela palavra ou frase que escolheu. Respire calmamente e profundamente;
  5. Quando outros pensamentos vieram na cabeça, não se preocupe. Apenas deixe-os virem e irem, concentre-se nas suas palavras;
  6. Pratique por 10-20 minutos até 2 vezes ao dia;
  7. Após cada período de relaxamento, abra os olhos e fique mais 1 minuto pelo menos ainda sentado, relaxando.
Recomendamos para você:  Tratamento de Parkinson - Resultados experimentais incríveis.

Outras técnicas de relaxamento

Estes são os passos que se mostraram muito eficientes para redução da pressão arterial e até a ansiedade. Tenho estudado algumas técnicas de respiração e meditação e algumas são bem parecidas. Como comentei no outro post sobre a técnica da respiração profunda e combate ao estresse, se você já pratica Yoga ou algum outro tipo de meditação você já está tendo os benefícios.

A ciência vem mostrando cada vez mais que é preciso termos um momento e que nos acalmamos, olhamos para nós mesmos e sentimos nosso corpo. De alguma forma, que ainda não é explicada, conseguimos direcionar as nossas energias e ficar mais relaxados, mais fortes e bem dispostos.

Este é mais um estudo que reforça a importância da mudança de hábitos em nossa vida e a relação que os maus hábitos causam. Depois que já está doente, não adianta “chorar o leite derramado” ai a ciência ainda tem pouco a fazer. O melhor remédio sempre é a prevenção!

Consultas:

  1. Harvard Medical School
Veja Também:

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

CEO da Rais Saúde e da Connect HealthCare.
Técnico em Alimentos pelo CEFET-PR (99), Engenheiro Eletricista pela UDESC-SC (2009), MBA em Gestão empresarial pela FGV (2013), Trainee e 5 anos de experiência com Gestão de Projetos e Pessoas pela indústria de linha branca (2009-2014). Curioso em programação, blogs e sistemas e tudo que envolva Startups (minha fase atual profissional).

Atleta desde pequeno, apaixonado por basquete (já fui atleta semi-profissional na juventude), por academia e corrida (mas adoro esportes em geral) e música (toco meu violãozinho meia boca).

Também gosto de ciência (de onde viemos e para onde vamos) e neurociência, meditação e sempre curioso sobre como deixar nossa máquina “corpo humano” mais afinada e obter a melhor performance para o nosso dia-a-dia.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários