Fechar Anúncio X

Saúde Bucal e Qualidade de vida

Muitas pessoas procuram mais qualidade de vida, mas deixam de lado a saúde bucal. Veja como isso pode te impedir de alcançar esse objetivo e como incluir os cuidados com a saúde da boca no seu dia-a-dia.

Tópicos ligados à alimentação, exercício e equilíbrio emocional estão ganhando cada vez mais destaque no nosso cotidiano. Isso acontece porque a qualidade de vida está sendo mais valorizada, principalmente em tempos de pandemia. 

No entanto, a saúde bucal é frequentemente deixada de fora dessa equação, pois muitos parecem não relacioná-la com a qualidade de vida. 

Pois saiba que a saúde da nossa boca não só é importante como está diretamente ligada à saúde de todo o nosso corpo.

Continue lendo para saber mais!

Doenças relacionadas à problemas bucais

A falta de cuidados bucais causa problemas que vão muito além de cáries e dores de dente. Algumas doenças sérias tem origem na falta de higiene e acompanhamento profissional. 

 A seguir, confira algumas doenças que podem ter origem na boca. 

Endocardite

A endocardite é uma infecção no endocárdio (revestimento interno do coração). A doença ocorre quando germes e bactérias de outras partes do corpo – nesse caso, da boca – entram na corrente sanguínea, afetando o coração. 

A boca se torna uma porta de entrada para esses germes e bactérias por causa da  negligência com a higiene. Dessa forma, as bactérias que causam cáries, periodontites, entre outras doenças bucais se espalham para outras partes do corpo. 

Doenças cardiovasculares 

Por falar em bactérias orais e a relação com a saúde do nosso coração, a presença delas no nosso organismo pode causar infecções e inflamações, ocasionando doenças cardíacas, derrames cerebrais e obstrução das artérias.

Diabetes

As infeções causadas pela falta de higiene podem causar o aumento de açúcar no sangue, o que é um perigo para quem tem diabetes. Em decorrência disso a pessoa precisará de mais insulina para manter os níveis de açúcar no sangue sob controle. 

Pneumonia e artrite reumática

Os pulmões e as articulações são outras partes do nosso corpo afetados pelas bactérias da boca. A infecção delas pode causar pneumonia e artrite reumática.  

O que acontece é que esses não são os lugares habituais das bactérias, por isso, elas não encontram resistência para se instalarem. Desse modo, elas se tornam mais difíceis de serem tratadas e combatidas pelo corpo. 

O que a saúde bucal pode fazer pelo nosso bem- estar?

A negligência com a saúde bucal pode não só acarretar nas doenças citadas acima, como também atrapalhar a estética do sorriso e o nosso humor. 

Basta pensar nas inconveniências causadas por problemas dentários. Imagine quando uma pessoa necessita de um tratamento de canal; Até que o problema seja resolvido ela precisa conviver com dores que afetam, inclusive, a sua produtividade no dia a dia. 

Quando se trata da estética, costumamos associá-la a autoestima, o que também está ligada ao nosso bem-estar. 

Quantas pessoas param de sorrir depois de uma extração de dente? E quantas mais tem a autoestima restaurada  por um simples  implante dentário?

Todos esses processos poderiam ser evitados com o devido cuidado. Sendo assim, priorizar nossa saúde bucal é também priorizar nossa qualidade de vida.

Afinal, como cuidar da minha saúde bucal?

Agora que você já sabe os problemas causados pela falta de cuidados com a boca e como ela está ligada a qualidade de vida, chegou a hora de aprender como garantir sua saúde bucal. 

Para isso, é imprescindível que você se atente à alguns hábitos do dia a dia para mudá-los, caso necessário. 

Troque de escova regularmente 

A gente sempre ouviu que quando as cerdas da escova começam a se separar é hora de trocá-la. No entanto, o ideal é que ela seja trocada, no máximo, a cada três meses, mesmo que aparentemente ainda esteja intacta. 

Isso porque, com o tempo, a escova começa a acumular bactérias em suas cerdas desgastadas.

Para aqueles que usam aparelho dentário a dica é usar escovas próprias para isso. Dessa forma, o acúmulo de placas bacterianas é evitado. 

Escove os dentes com calma

Muitas pessoas acham que uma boa escovação consiste em esfregar os dentes com força e rapidamente. No entanto, a pressa é inimiga da saúde bucal. 

O ideal é que você leve, no mínimo, dois minutos sem fazer movimentos muito fortes para não machucar as gengivas. 

Além disso, escove os dentes ao acordar, depois das refeições e antes de dormir. 

Não se esqueça de escovar a língua 

Caso não seja devidamente escovada a língua pode se tornar um verdadeiro depósito de bactérias. Por isso, lembre-se que ela também faz parte da boca e merece atenção. 

Use fio dental 

 Ele é o único capaz de tirar aquele resquício de comida que se prendeu entre os dentes. Além disso, o uso do fio dental previne sangramentos gengivais e a gengivite. 

Escolha a pasta de dente correta 

Preste atenção na composição da sua pasta de dente e, caso for necessário, peça uma indicação para o seu dentista. 

Cremes dentais abrasivos danificam o esmalte do dente. Por isso, opte por aqueles que contém flúor e cálcio para fortalecer o sorriso. 

A alimentação também conta

Todo mundo está careca de saber que “nós somos o que comemos”. Esse ditado pode ser aplicado também a saúde bucal. 

Vários alimentos e bebidas influenciam diretamente na aparência do nosso sorriso, além de contribuir para o fortalecimento dos dentes e prevenção de doenças bucais. 

Confira alguns deles abaixo:

Castanha do Pará

A castanha do Pará possui um óleo capaz de formar uma película protetora ao redor dos dentes, protegendo-os contra bactérias. 

Morango

O morango ajuda a clarear os dentes por conta do ácido málico, propriedade que funciona como adstringente natural que auxilia na remoção de manchas.

Leite

O leite é rico em cálcio e fósforo, minerais que essenciais para a estrutura dos dentes. Algumas proteínas presentes nele e nos seus derivados diminuem a acidez bucal e, assim, protege o esmalte do desgaste. 

Cuidar da saúde bucal é fácil!

Deu para perceber com esse conteúdo que cuidar da saúde da nossa boca não é uma tarefa difícil.   

Além das dicas citadas acima é importante também que você conte com o acompanhamento de um dentista de confiança. 

Em tempos de pandemia e restrições, em que a ida aos consultórios é mais difícil, contar com a tecnologia é uma boa solução. 

Para as pessoas que querem saber, por exemplo, restauração de dente quanto custa, a saída é entrar em contato de forma online com o dentista. 

Dito isso, lembre-se que encontrar o equilíbrio entre o corpo, mente e saúde bucal deve ser sua prioridade. Afinal, nada realmente funciona bem na nossa vida quando esses campos são negligenciados, não é mesmo? 

Texto produzido por Estela Lima, redatora da empresa Clínica Ideal. 


Also published on Medium.

Recomendamos para você:  Campanha Outubro Rosa: entenda a importância!
Segredos para uma vida longa Dr. Victor Sorrentino

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: