Fechar Anúncio X

Você saberia identificar uma criança com Meningite?

Entenda como identificar os principais sintomas desta doença.

05/06/2019

No interrogatório de sintomas quando se suspeita de meningite, as principais manifestações clínicas são devidas alterações decorrentes de hipertensão intracraniana em suas diferentes magnitudes, como cefaleia, vômitos e rigidez de nuca. São também frequentes febre e queda do estado geral com oscilações do nível de consciência. É profissional de saúde e quer aprender sobre doenças na prática? Acesse: www.paciente360.com.br e aprenda com atendendo pacientes reais!  Texto publicado originalmente no blog Paciente 360. Direitos autorais reservados a Paciente 360

Exame físico

Os sinais mais específicos são os de irritação meníngea, como o Sinal de Kernig e Brudizinski. Além desses podem ser encontrados rigidez de nuca, e em recém-nascidos e lactentes que apresentam fontanela aberta, pode haver abaulamento da mesma. Normalmente a criança apresenta queda do estado geral e pode apresentar alterações no nível de consciência.

Exames Complementares

A confirmação depende da análise do líquido cefalorraquidiano; no entanto, na suspeita de hipertensão intracraniana, a coleta de líquor só deverá ser realizada após tomografia computadorizada de crânio, como medida de prevenção de herniação de tronco encefálico. Na meningite bacteriana são características a presença de pleocitose , o aumento do número de leucócitos no líquor, normalmente acima de 500células/mm3, hiperglicorraquia ou hipoglicorraquia, sendo a diminuição de glicose relelacionada com gravidade da infecção. Na tentativa de definição do agente etiológica são possíveis a bacterioscopia por microscopia, cultura de líquido cefalorraquidiano e prova do látex para identificação dos principais antígenos.

Tratamento

Para tratamento, normalmente empírico nas primeiras doses, são recomendadas as cefalosporinas de terceira geração, como Ceftriaxona e Cefotaxima, sendo a Ceftriaxona contraindicada em recém-nascidos. Na suspeita de Pneumococo multirresistente é recomendado associação com Vancomicina. Para Neisseria meningitidis, a partir de antibiograma estabelecido e determinação de concentrações inibitórias mínimas, a Penicilina Cristalina, em doses mais elevadas, é a opção mais indicada como tratamento antimicrobiano.
Recomendamos para você:  Você sabia? Músicas natalinas não fazem bem à saúde!
A corticoterapia sistêmica ainda permanece divergente na literatura. O que é de consenso é seu uso traz benefício na redução de sequelas auditivas na meningite causada pelo Haemophilus influenzae B. Há também uma revisão sistemática recente que mostrou redução de mortalidade e tempo de internação em crianças com meningite causada pelo Streptococus pneumoniae. É profissional de saúde e quer aprender sobre doenças na prática? Acesse: www.paciente360.com.br e aprenda com atendendo pacientes reais!  Texto publicado originalmente no blog Paciente 360. Direitos autorais reservados a Paciente 360

Segredos para uma vida longa Dr. Victor Sorrentino

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Receba mais saúde por e-mail.

%d blogueiros gostam disto: