10 substâncias usadas para simular drogas e bebidas em séries: parecem, mas não são reais!

Mad Man, Narcos, Breaking Bad, Game of Thrones: não tem flagrante! Tudo é feito com materiais inofensivos e acessíveis. Descubra como a produção simula narcóticos, para não deixar nenhum ator brisado

Se você é aquela pessoa viciada em séries, ou apenas curte e assiste quase todas elas (rsrs) não pode deixar de ler essa matéria!

O mundo do cinema é fantástico, não é? Tudo muito real, perfeito e inquestionável. Nós sabemos, tudo parece muito real. Mas, na realidade mesmo, você já pensou o que poderia acontecer se as bebidas e as drogas fossem realmente verdadeiras nas filmagens?

Além de causar consequências na saúde dos envolvidos, as filmagens poderiam não sair exatamente dentro do planejado, você concorda? (rsrs)

Por isso que a indústria cinematográfica pensou em tudo para não deixar de trazer toda a dramaturgia envolvendo bebidas, drogas e outras coisas que causam consequências à saúde para nós, mas tudo de uma maneira nociva a saúde, por mais que muito discreta! E nós, da Rais, litamos algumas delas para você. Veja só:

1
UÍSQUE = chá-mate

Com certeza você lembra daquela cena de “Mad Men (2007-2015) onde o ator Jon Hamm experimenta de tudo um pouco, né? Pois é.. as substâncias são todas simuladas: o pó branco visto que representava ser cocaína era na verdade apenas inositol, que é um composto de vitamina B, usado geralmente na indústria de energéticos. Essa substância, quando inalada, não causa malefícios à saúde.

Quanto às bebidas comuns na agência Sterling Cooper, eis as fórmulas: o uísque era, na verdade, um copo de chá-mate com bastante gelo ou até guaraná em gás. SIM, é verdade! As taças de champanhe, que aparecem em algumas cenas no filme, foram simuladas com soda limonada ou espumante fraquinho.

Não dá para reparar, né? Nós concordamos!

2
COCAÍNA = soro fisiológico em pó

Um medicamento dissolvido em água muito utilizado na indústria farmacêutica com o objetivo de combater gripes e resfriados. Sim, o soro fisiológico em pó é uma das diversas substâncias empregadas em filmagens para simular drogas estimulantes, como a cocaína, por exemplo, cuja a aparência é idêntica.

Recomendamos para você:  Cientistas criam anticorpo que ataca 99% das cepas de HIV!

Um grande exemplo do uso dessa simulação, com a substância ainda sendo inalada e traficada, está no famoso filme “Narcos (2015), em que o ator Wagner Moura atua no papel de Pablo Escobar, conhecido na trama como o “senhor da droga”, você se lembra? Essa substância pode ser consumida por vias intranasais sem causar danos à saúde, então, está liberada!

Pablo Escobar… (Fotograma da serie ‘Narcos’)

Mas, ela ainda pode ser simulada com outra substância:

3
COCAÍNA = lactose em pó

Sim… a famosa lactose, derivada do leite, que, em forma de pó é muito usada em confeitarias e indústrias de alimentos. Mas o uso dela não fica só aí não, entrando nos sets de filmagem pra simular também a cocaína!

Você já deve ter assistido a “Skins(2007), não é? Então, de acordo com a equipe técnica da série, esse pó não causa malefícios à saúde, entretanto…. faz com que os atores tenham crises de espirro e corizacena quando a “cheiram” demais (eitá!).  E isso faz com que uma cena de filmagem, às vezes, seja regravada mais de 20 vezes. Já pensou no trabalho? Pois é!  E não é por falta de aviso, pois, para não acontecer de entupir as narinas, todos são aconselhados a besuntá-las com vaselina.

4
ECSTASY = pílula de farinha

Na série “DRYVRS” (2015), difundida apenas pela internet, as pílulas alucinógenas, como o ecstasy, são simuladas através de comprimidos de farinha, os conhecidos na indústria farmacêutica como placebos.

O trabalho é tão complexo e minucioso que até os carimbos reais de identificação das drogas são recriados. Você sabia disso? Os laboratórios de ecstasy costumam diferenciar seus produtos com desenhos em relevo. E sim, é tudo simulado! Legal, né?!

5
VINHO = água, gelo e uva

Para simular certos tipos de bebidas alcoólicas, alguns produtores de cinema e TV preferem usar sucos de frutas em vez de corantes químicos.

Recomendamos para você:  29/08 - Dia Nacional de Combate ao Fumo

O vinho de “Game of Thrones” (2011), por exemplo, não passa de uma simples receita de água, gelo e uvas espremidas. A atriz Sophie Turner, que na série interpreta a princesa Sansa Stark, comentou em entrevista que, apesar de ser natural, a bebida não agrada muito devido a um gosto estranho. Não há dúvidas da simulação!

6
COGUMELOS = cogumelos comestíveis pintados 

E você já parou para pensar o que aconteceria naquelas cenas em que os atores precisam abocanhar um cogumelo alucinógeno? Como em algumas cenas da série “Once Upon a Time” (2011)? Se fosse real… poderia dar tudo muito errado, né? (rsrs)

Mas isso é simples! É só usar as versões congeladas dos tradicionais, que são comestíveis, e dar aquela caprichada na “decoração” do cogumelo com corantes culinários, por exemplo: resolvido! No contos de fadas, de 2011, os produtores apenas retiraram os cogumelos das embalagens e arrumaram como se estivessem brotando no solo e em troncos de uma floresta. Simples mesmo, não é?

7
METANFETAMINA = açúcar

A perigosa metanfetamina… já pensou como ela é simulada? Pois tem produtor que recorre à…..: DOCERIA. Sim! Foi o que aconteceu na série “Breaking Bad” (20082013), em que substância que se passava por metanfetamina era, na verdade, pedaços de uma guloseima conhecida nos EUA como rock candy. (hummm)

Ela é feita de água, açúcar, xarope de milho e corante azul. Mas tem uma curiosidade em tudo isso: o elenco se viciou de verdade, obrigando a produção a ter de encomendar caixas extras do produto! Acredita?

8
DRINQUES = água com anilina

Ahhh os cosmopolitans, drinks que Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker) adorava na série “Sex and The City” (1998-2004). Lembra? Magníficos, não é?

Recomendamos para você:  Elon Musk é a favor da maconha?

Aparentemente. Tudo não se passava de um substância feita de água com anilina, um corante alimentício. Em Hollywood, esse truque é batata: é usado para forjar todo tipo de bebidas alcoólicas. E no caso das cervejas, a produção optava por marcas sem adição de álcool.

Realmente, não tem nada de prejudicial à saúde!

9

MACONHA = tabaco e sálvia

É claro que não poderia ser real, certo? Vários atores fumam cigarros comuns, mas muitos preferem versões sem nicotina, criadas para auxiliar quem tenta parar de fumar. Nos EUA, eles custam cerca de US$ 5 o maço.

No caso de uma cena em que aparece maconha como em “Weeds” (2005-2012), utiliza-se o tabaco comum enrolado na seda, sendo o papel fino normalmente usado com a erva. Se a cena mostrar a confecção de um baseado, aí mistura-se o tabaco com sálvia para ficar mais parecido.

Essa é uma das séries que apostaram nessa simulação! E ficou “top”!

10
HEROÍNA = bicarbonato de sódio

Na série “The Wire” (2013), que fala sobre o tráfico de drogas e se passa na cidade americana de Baltimore, a produção usou uma misturinha de açúcar e bicarbonato de sódio para recriar a heroína.

Quando é aquecida na colher, a substância derrete e fica muito parecida com a real. E as injeções cenográficas que aparecem em algumas cenas têm outro segredinho: as agulhas são retráteis. Apesar de serem bem finas, não perfuram a pele, pelo contrário: elas entram dentro da seringa, sem furar os atores!

São muitos os truques para simular cada uma dessas substâncias, não é? E tudo aparenta ser perfeitamente normal. Pois é! E é importante destacar aqui que a indústria cinematográfica realiza esses truques porque, além de outras questões legais, cada uma dessas substância causa efeitos que fazem mal à saúde, e muito, em curto e longo prazo!

E você, gostou dos truques?

**

Com informações Revista Superinteressante

 

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

NOSSA MISSÃO:
Ser um sistema global de armazenamento de informações de saúde on-line, colaborativo, contemplando multifunções e cruzamento de dados, proporcionando o bem estar do ser humano através da segurança do histórico de saúde.

NOSSA VISÃO:
Tornar-se o sistema mundial de referência da informação da área da saúde até 2022, gerando dados relevantes e importantes para o ser humano.

NOSSOS VALORES:
Respeito, Igualdade, Confiança, Ética, Segurança, Qualidade de vida.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários