2 Minutos de caminhada reduz 33% o risco de morte prematura.

Estudo revela que 2 minutos de caminhada leve pode reduzir o risco de morte prematura em 33%, quando utilizados para passar menos tempo sentado.

22/07/2015

Ouvir que 2 Minutos de caminhada pode trazer benefícios, pode fazer algumas perguntas podem vir à tona. Mesmo depois de ficar sabendo que ficar sentado por longos períodos pode causar sérios danos a sua saúde, até quando você faz atividade física frequentemente.

Algumas delas podem ser: Será que devemos evitar totalmente ficar sentado e definitivamente usar até estações de trabalho para ficarmos em pé? Ou intercalar os longos períodos sentados com períodos em pé já ajuda?

Ou ainda devemos dar uma corridinha nas horas vagas? Fazer polichinelo? Abdominais?

Um novo estudo pode ajudar a responder todas estas perguntas, sugerindo que diminuir os riscos de ficar sentando demais pode ser mais simples do que você imagina.

Veja Também: Estudo promete: corpo fitness com 7 minutos de exercícios 

Os problemas de ficar sentado demais.

Ficar sentado demais aumenta o risco de ataque cardíaco, diabetes, obesidade e morte prematura.

Ficar sentado demais aumenta o risco de ataque cardíaco, diabetes, obesidade e morte prematura.

Muito já tem se falado sobre os danos à saúde que causa o hábito de passar muito tempo sentado.

Ele aumenta consideravelmente o risco de ataque cardíaco, diabetes, obesidade e morte prematura.

Estudos indicam que cada hora que um adulto, acima do peso, passa na frente da TV (que é uma forma de medir o tempo sentado), aumenta em 3,4 por cento o risco de se tornar um diabético no futuro.

Outros estudos indicam que pessoas que passam muito tempo sentadas possuem 90 por cento mais chance de manifestar diabetes. Além de 18 por cento mais chances de morrer de ataque do coração ou contrair câncer e 24 por cento mais chance de viver menos (morrer por outras causas) se comparados com pessoas que ficam mais em pé.

Recomendamos para você:  Atenção: dormir com a luz acesa pode aumentar o risco de câncer de mama

Mesmo quem mantém uma média de 30 minutos de exercícios físicos diariamente não consegue eliminar totalmente os danos que ficar sentado por longos períodos pode causar, tirando apenas 15 por cento das chances de contrair os males que falamos acima.

Então a única maneira de diminuir ou até mesmo eliminar estes danos é passando menos tempo sentado. Mas como fazer isso se o seu trabalho, a sua atividade do dia-a-dia exige isso de você?

Algumas pessoas podem pensar que trabalhar em pé o tempo todo pode ser uma solução, mas então aparecem dores nas costas, dores nas pernas ou até mesmo perda de produtividade.

Então uma solução pode estar em mesclar as duas práticas.

Uma saída: estudo revela que 2 minutos de caminhada pode ajudar.

Caminhadas leves podem ajudar a combater o mal que faz passar longos períodos sentado.

Caminhadas leves podem ajudar a combater o mal que faz passar longos períodos sentado.

Para trazer uma luz ao final deste túnel, pesquisadores da Universidade de Utah nos Estados Unidos analisaram dados de pesquisa anterior, onde foi monitorado o comportamento de 3,626 adultos, para entender quanto que o nível de atividade física impacta nos malefícios de ficar sentado por longos períodos.

Este adultos foram classificados em 3 grupos, em que todos passavam longos períodos sentados: O primeiro apenas diminuía o tempo sentado, ficando em pé; o segundo, fazia uma pequena caminhada ao redor da sala em que estava enquanto o terceiro realizava uma corrida leve.

Desta análise, o resultado foi surpreendente: O grupo que ficou somente em pé não apresentou nenhum ganho significativo na expectativa de vida, enquanto quem caminhava ao redor da sala teve resultados muito positivos.

Este grupo apresentou uma melhora de 33 por cento no risco de morte prematura quando comparados a pessoas que ficam sentados ininterruptamente. Sendo que eles praticaram apenas 2 minutos de caminhada leve a cada hora (dados normalizados).

Recomendamos para você:  Conheça 5 tipos específicos de depressão/ansiedade

O terceiro grupo, que realizava uma corrida leve apresentou uma melhora ainda maior. Mas como o grupo foi muito pequeno, os resultados foram estatisticamente inconclusivos.

Veja Também: Pressão alta: O que é e porque ela é tão importante para você

O segredo pode estar no balanço energético.

Quando comparado a indivíduos extremamente sedentários, há um aumento significativo no gasto energético.

Quando comparado a indivíduos extremamente sedentários, há um aumento significativo no gasto energético.

Uma das hipóteses é a de que o esforço que o corpo faz ao caminhar por alguns minutos, contribui para o balanço energético do organismo.

Ao adicionar ao metabolismo Basal (a quantidade de energia mínima que seu corpo gasta para manter as funções vitais) uma queima extra de calorias, o ato de caminhar levemente por alguns minutos pode também acarretar mudanças no metabolismo e contribuir para uma perda de peso, o que afeta o risco de morte prematura.

É claro que a queima não é como se você estivesse malhando, mas quando comparado a indivíduos extremamente sedentários, este valor é muito significativo e apesenta benefícios reais. Além do fato de que esta queima não está concentrada em uma porção do seu dia, mas sim dividida em pequenos períodos.

Mas se você precisa levantar pelo menos 2 minutos a cada 1 hora, isso te fará perder o foco e consequentemente produtividade, certo? Errado, se você utilizar a técnica correta para isso.

Veja Também: Quantos anos você irá viver e como envelhecerá?

A técnica do Pomodoro para ter foco.

Técnica Pomodoro de gerenciamento do tempo pode ajudar a não perder o foco.

Técnica Pomodoro de gerenciamento do tempo pode ajudar a não perder o foco.

A técnica do Pomodoro é uma técnica muito interessante de gerenciamento do tempo que pode se encaixar perfeitamente nesta recomendação.

Ela consiste em dividir as tarefas em períodos de 25 minutos. Cada período deste é 1 Pomodoro. A cada Pomodoro você tem uma pausa de 3 a 5 minutos, tempo suficiente para dar uma caminhada rápida ao redor do escritório.

Recomendamos para você:  Alimentos com impurezas tudo bem, mas rato pode?

A cada 4 períodos você tem uma pausa maior, de 15 a 30 minutos. Tempo mais que suficiente para convidar alguém para conversar, tomar um pouco de água, ir ao banheiro e ainda colaborar com a sua saúde e a de seu colega.

O importante é se manter produtivo e evitar ficar horas e horas sentado.

E esta técnica ou alguma variação dela pode ser utilizada até em casa, assistindo TV por exemplo. A cada Pomodoro (25 ou 30 minutos) vá beber uma água, recolher o lixo, lavar a louça, etc.

Veja Também: Fica sentado demais e faz exercícios? Você está em perigo mesmo assim!

Se está bem no clímax do programa, fique pelo menos em pé e espere o intervalo comercial. Quando ele chegar não deixe de caminhar por 2 minutos. Assim que a programação voltar você já terá cumprido a sua tarefa.

Fique mais vezes em pé no decorrer do dia, isto fará uma imensa diferença em sua saúde, muito em breve.

Fique mais vezes em pé no decorrer do dia, isto fará uma imensa diferença em sua saúde, muito em breve.

Este hábito simples pode evitar problemas de saúde no futuro e ainda te dar alguns anos a mais de vida. Vale a pena tentar!

E você, tem uma técnica que utiliza para ficar menos tempo sentado? Divida conosco aqui nos comentários e divulgue a sua maneira de ficar mais saudável, evitando longos períodos sentados.

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

CEO da Rais Saúde e da Connect HealthCare.
Técnico em Alimentos pelo CEFET-PR (99), Engenheiro Eletricista pela UDESC-SC (2009), MBA em Gestão empresarial pela FGV (2013), Trainee e 5 anos de experiência com Gestão de Projetos e Pessoas pela indústria de linha branca (2009-2014). Curioso em programação, blogs e sistemas e tudo que envolva Startups (minha fase atual profissional).

Atleta desde pequeno, apaixonado por basquete (já fui atleta semi-profissional na juventude), por academia e corrida (mas adoro esportes em geral) e música (toco meu violãozinho meia boca).

Também gosto de ciência (de onde viemos e para onde vamos) e neurociência, meditação e sempre curioso sobre como deixar nossa máquina “corpo humano” mais afinada e obter a melhor performance para o nosso dia-a-dia.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários