Omeprazol dobra risco de câncer no estômago, diz estudo!

Pesquisa com mais de 60 mil voluntários associou o consumo prolongado do antiácido ao desenvolvimento de tumores

O composto químico PPIs – não muito conhecido, mas princípio ativo de grande parte de remédios que combatem gastrite, refluxo e úlceras, como, por exemplo, o omeprazol, têm, de acordo com um estudo, 2,4 vezes mais chances de desenvolver câncer no estômago.  A pesquisa foi realizada recentemente por pesquisadores da Universidade de Hong Kong e foi divulgado em artigo científico.

A sigla “PPI” – em inglês, que significa inibidores da bomba de prótons, age na diminuição da produção de ácido pelas paredes do estômago. Uma estimativa revelou que cerca de 40% da população adulta sofra ou já tenha sofrido com refluxo gastroesofágico, o que tornou o omeprazol o medicamento mais vendido do mundo no final da década de 1990.

Com tanto sucesso e também muita crítica, o omeprazol foi alvo de muita investigação científica. Em pesquisas antigas, relações entre o consumo prolongado do medicamento e o câncer de estômago já haviam aparecido, entretanto,  uma bactéria de nome científico Helicobacter pylori, que habita o estômago, poderia ser tão culpada por incentivar o aparecimento de tumores quanto a droga.

A pesquisa

O médico Ka Shing Cheung, que conduziu o estudo, e sua equipe analisaram a evolução do estado clínico de 63,4 mil cidadãos de Hong Kong, todos com prescrições para uso prolongado do antiácido entre 2003 e 2012. Além disso,  também tomaram antibióticos para eliminar a bactéria H. pylori.

Uma parte do grupo usou drogas PPI, como o omeprazol. Já a outra parte consumiu anti-histamínicos H2, medicamentos que são menos eficazes, mas que possuem a mesma função. No final do estudo, 153 pessoas tinham desenvolvido câncer no estômago.

Como a bactéria estava fora da jogada, já que foi tratada, o resultado não recebeu influências. Os efeitos colaterais com o uso de drogas com outros princípios ativos também foram comparados, já que  um grupo de pessoas não tomou o omeprazou.

No resultado, os pacientes que consumiam omeprazol diariamente tiveram câncer com frequência quatro vezes maior que os usuários semanais do medicamento. Já as pessoas que utilizaram a droga por mais de um ano, apresentaram cinco vezes mais chances de desenvolver a doença e, de três anos em diante, oito vezes. Em média, o consumo de PPIs aumentou duas vezes e meia o risco do paciente sofrer com um tumor em longo prazo.

Recomendamos para você:  Anticoncepcionais hormonais aumentam risco de câncer de mama, diz estudo

Vale ressaltar que o estudo é estatístico: não foi encontrada uma resposta ou um agente químico que explique por que, na prática, drogas como omeprazol podem desencadear o problema.

Com a grande análise, não foram consideradas variáveis específicas, como o consumo de álcool e tabaco. Ou seja: mesmo que os números – combinados à longa lista de estudos já disponíveis sobre os riscos dos PPIs – deem força à associação, você não deve parar de usar o medicamento. Muitas pesquisas ainda serão realizadas!

“Há uma clara relação entre o tamanho da dose e o consumo da dose de PPIs e o risco de câncer no estômago. Os médicos devem tomar cuidado ao prescrever medicamentos com PPIs para os pacientes, mesmo após a erradicação da H. pylori.”, consta no artigo científico.

Com informações Revista Super Interessante


Also published on Medium.

Comentários

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

Somos um blog de informações sobre Saúde, Beleza e Vida Saudável. Nosso objetivo é promover informações relevantes em saúde para a população em geral ter uma melhor qualidade de vida. ❤ ❤
Para isso, temos uma produção própria de conteúdo e contamos com parceiros, profissionais de saúde empresas da área, produtoras de conteúdo. Caso você se identifique com nosso propósito, queira se tornar um parceiro do Raislife Blog,  ter um perfil profissional na nossa página e poder divulgar seus conteúdos de forma GRATUITA, entre em contato conosco pelo email contato@raislife.com. Vamos juntos promover saúde e qualidade de vida para todos. ❤ ❤ ❤ ❤

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.