Páscoa sem culpa: o chocolate faz bem à saúde, principalmente o amargo!

Na quantia adequada, o chocolate faz bem ao coração e ao cérebro, e pode até ajudar a emagrecer!

31/03/2018

Você sabia que, apesar de ser calórico e conter gordura e açúcar, os vilões de qualquer dieta, o que realmente faz do chocolate uma ameaça à saúde não é o doce em si, mas a sua ingestão em excesso. Sim! Por isso, o blog Rais, nessa véspera de Páscoa, veio explicar que você pode comer um ovo de páscoa sem culpa nesta data deliciosa, contudo, com moderação!

É preciso maneirar para aproveitar os benéficos do chocolate, já que, em quantidades pequenas pode até ser bom à saúde. Sim! E a confirmação disso está nos resultados de muitas pesquisas científicas que concluíram que o chocolate, especialmente o amargo, pode evitar doenças cardíacas, beneficiar a cognição e até ajudar a emagrecer.

1. Protege o coração

Entre as pesquisas que apontam para efeitos positivos do consumo do chocolate, muitas associam o alimento a benefícios ao coração. Segundo um estudo publicado no British Medical Journal (BMJ), os riscos de eventos cardiovasculares podem ser diminuídos com chocolate amargo (com pelo menos 60% de cacau) todos os dias.

Outro trabalho, feito na Universidade de Cambridge e divulgado em 2011, afirmou que o consumo do alimento, isso sem excesso, diminui em 37% o risco de doenças cardíacas, e em 29% as chances de acidente vascular cerebral (AVC).

Parte da redução das chances de doenças cardíacas que o chocolate pode beneficiar pode ser explicada por ele evitar o surgimento de hipertensão ou colesterol alto. De acordo com pesquisa australiana publicada no periódico BMC Medicine, o chocolate amargo ajuda a diminuir a pressão arterial de pessoas que sofrem de hipertensão.

2. Ajuda a emagrecer

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos, em 2012, concluiu que o chocolate pode até ajudar uma pessoa a emagrecer. Isso mesmo!

Recomendamos para você:  Aids tem alto risco e existe um perfil que este risco é ainda maior.

Das 1.000 pessoas que participaram da pesquisa da Universidade, as que consumiam chocolate com maior frequência, embora consumissem mais calorias em um dia, apresentaram, em média, um índice de massa corporal (IMC) menor. Pois é! Essa relação aconteceu principalmente quando o indivíduo consumia chocolate amargo.

Segundo os pesquisadores, pode ser que as calorias no chocolate sejam neutras — beneficiando o metabolismo, e reduzindo o acúmulo de gordura no corpo, em pequenas quantidades, compensando as calorias consumidas.

Os pesquisadores também acreditam que as propriedades antioxidantes do chocolate estejam por trás dos efeitos positivos demonstrados pelo trabalho.

A gente explica tudo isso melhor: os grandes responsáveis por transformar o chocolate em algo saudável são os flavonoides, compostos com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias encontrados no cacau. Devido à isso, quanto mais amargo o chocolate, ou quanto maior a quantidade de cacau,  melhor vai fazer para a saúde!

De acordo com o nutrólogo do Hospital Albert Einstein, Celso Cukier, “os antioxidantes protegem as células dos radicais livres produzidos em excesso. Essa proteção reduz o risco de problemas cardiovasculares e desacelera o envelhecimento. Nenhum estudo mostrou efeitos benéficos à saúde com o consumo de chocolate branco, apenas com os tipos mais amargos”, afirmou ele.

Segundo o médico, consumir 13 gramas de chocolate amargo por dia, o que equivale a mais ou menos dois quadradinhos de uma barra de chocolate, é suficiente para obter os benefícios antioxidantes dos flavonoides: “comer muito menos do que isso não adianta, mas é preciso tomar cuidado com o excesso para não engordar, uma vez que, em média, o chocolate possui seis calorias por grama. A dica é comer chocolate com moderação e, em momentos como a Páscoa, se divertir e consumir um pouco mais, mas não tornar o exagero parte da sua rotina”, concluiu ele.

Recomendamos para você:  O que uma boa noite de sono pode fazer por você?

A dica é sensacional, não é? Viu, você pode aproveitar a páscoa sem culpa!

Com informações Veja

 

 

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

NOSSA MISSÃO:
Ser um sistema global de armazenamento de informações de saúde on-line, colaborativo, contemplando multifunções e cruzamento de dados, proporcionando o bem estar do ser humano através da segurança do histórico de saúde.

NOSSA VISÃO:
Tornar-se o sistema mundial de referência da informação da área da saúde até 2022, gerando dados relevantes e importantes para o ser humano.

NOSSOS VALORES:
Respeito, Igualdade, Confiança, Ética, Segurança, Qualidade de vida.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários