Remédio pra criança é com seringa, mesmo via oral

Uma colher de sopa ou de chá podem ser diferentes dependendo do faqueiro, por isso a seringa é a melhor forma de medir a dosagem certa dos medicamentos para crianças.

22/04/2015

rais-data-saude-crianca-tomando-remedio-com-seringa

Seu filho está doente e aquele xarope não vem com medidor nenhum. O médico receitou duas colheres de sopa do medicamento. Quando você abre o gaveteiro para pegar a colher, se depara com vários tamanhos e todas elas você já utilizou para tomar sopa alguma vez. Quem já não teve a dúvida de qual o tamanho da colher que é para ser usada para tomar remédio?


O problema é que para alguns medicamentos, a dosagem é extremamente importante e a mínima diferença entre o tamanho das colheres ou outros recipientes que você usa pode causar um problema sério de intoxicação quando em dose excessiva ou não fazer efeito quando a dose é menor do que a necessária.

Remédio é com seringa, mesmo via oral. Esta é a melhor forma de saber que a dosagem está correta. Nos Estados Unidos já é lei, mas no Brasil ainda é uma recomendação

A reportagem do UOL da Thamires Andrade tratou o assunto, e nós vamos resumir aqui para você.

A receita médica já deve constar a dosagem certa e a frequência

Nem todos os médicos são acostumados a passar a dosagem em ml (mililitros), alguns ainda prescrevem em colheres ou outros recipientes.

Então no momento da consulta, se não estiver presente na receita, pergunte para seu médico a medida em ml. Vale também perguntar se o medicamento já vem com seringa ou recipiente de dosagem e se a dose do remédio é extremamente importante.

Veja mais: Doe sangue, salve vidas! Inclusive a sua.

Além disso, os médicos devem explicar certinho como o medicamento deve ser tomado, e também sua frequência.


Anote ai para perguntar ao seu médico: Medida em ml, frequência e como o remédio deve ser tomado.

Recomendamos para você:  Vamos começar a semana de forma saudável? Confira 9 alimentos que podem ser assados em vez de fritos!

Qual seringa devo usar?

Como remédio é com seringa, mesmo via oral, você deve procurar a seringa certa para administrar os medicamentos. Alguns remédios já vêm com medidor graduado, enquanto outros não. E ainda alguns tem o medidor, mas é pouco preciso, fácil de errar a dosagem.

Além disso podem causar ferimentos na boca das crianças por uma batida, por exemplo, além de ser mais fácil de derrubar ou cuspir parte do medicamento.

A melhor e mais fácil maneira de administrar medicamentos para as crianças é com a seringa. Na dúvida, tenha sempre em casa uma seringa graduada em ml (mililitros).

Veja mais: 5 dicas para criar um novo hábito

É muito importante que a seringa seja aprovada pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), assim você tem certeza que não está comprando gato por lebre.

Quando são aprovados, os produtos possuem as marcas abaixo. Ou ainda pode estar descrito na embalagem. Pergunte para o seu farmacêutico de confiança.

rais-data-logo-anvisa-inmetro

Estas marcas devem estar na embalagem das seringas adequadas.

Como dar o remédio com a seringa

Não tem segredo. Você irá utilizar a seringa apenas (sem agulha) e irá encher com o remédio até a dosagem prescrita pelo médico.

Lembre-se de lavar suas mãos antes e depois do procedimento para evitar contaminação.

Coloque no canto da boca da criança e pressione o embolo aos poucos para não provocar engasgo.

rais-data-saude-crianca-tomando-remedio-com-seringa-no-lado-da-boca

Utilizar seringa graduada em ml (mililitros), colocar no canto da boca da criança e apertar aos poucos para evitar engasgos.

É um método simples e muito seguro de administrar os medicamentos.

Alguns sintomas de superdosagem

Recomendamos para você:  Bebês precisam tirar uma soneca para aprender melhor

Fique atento se seu filho estiver tomando algum medicamento a apresentar os sintomas: Vômitos, dores abdominais intensas, dificuldade para respirar, suor excessivo, perda de consciência e diarreia.

Veja Mais: A Doença Celíaca, o mal do glúten

E ainda em alguns casos podem aparecer feridas na boca, na língua ou no tudo digestivo.

Em caso de superdosagem o que fazer?

Caso você repare alguns dos sintomas descritos, você deve legar a criança imediatamente ao hospital. No máximo passe um pouco de água ou leite nas feridas na boca ou língua, nada mais.

Leve junto a embalagem do remédio que está sendo tomado, mesmo se for mais de um, assim fica mais fácil para os médicos identificarem a superdosagem.

No hospital a criança ficará internada e passará ou por uma lavagem estomacal ou irá tomar um medicamento que anula o efeito do remédio que ela está tomando, por isso é importante levar a embalagem.

Quanto mais rápido identificado, mais fácil é o tratamento. Por isso corra para o hospital assim que os sintomas aparecerem e não tente soluções caseiras.

Confira a matéria completa no UOL com a Thamires Andrade.

Veja mais: Vitamina D – Quanto eu preciso para viver bem?

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

CEO da Rais Saúde e da Connect HealthCare.
Técnico em Alimentos pelo CEFET-PR (99), Engenheiro Eletricista pela UDESC-SC (2009), MBA em Gestão empresarial pela FGV (2013), Trainee e 5 anos de experiência com Gestão de Projetos e Pessoas pela indústria de linha branca (2009-2014). Curioso em programação, blogs e sistemas e tudo que envolva Startups (minha fase atual profissional).

Atleta desde pequeno, apaixonado por basquete (já fui atleta semi-profissional na juventude), por academia e corrida (mas adoro esportes em geral) e música (toco meu violãozinho meia boca).

Também gosto de ciência (de onde viemos e para onde vamos) e neurociência, meditação e sempre curioso sobre como deixar nossa máquina “corpo humano” mais afinada e obter a melhor performance para o nosso dia-a-dia.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários