Você prioriza o trabalho a atividade física? Cuidado!

Ter foco no trabalho ou no negócio nem sempre quer dizer priorizá-lo acima de tudo.

25/04/2015

rais-data-saude-prioriza-trabalho-a-atividade-fisica

No mundo dos negócios é muito comum ouvirmos a máxima: “sem sacrifícios, não há ganhos – no pain, no gain do inglês”.

E existem pessoas capazes de sacrificar tudo pelo sucesso: família, amigos, lazer e tudo mais.

Se você é uma dessas pessoas e prioriza o trabalho a atividade física tenha cuidado!

Você precisa estar bem para conseguir tocar o seu negócio, seu trabalho e sua vida e a base disso tudo é sua saúde física e mental.

Empreendedorismo, responsabilidade e motivação

Todo empreendedor ou pessoa que quer ser bem sucedida tem uma motivação e a mais comum delas está longe de ser dinheiro. Todo empreendedor se motiva em construir algo realmente sensacional, grande e que mude o mundo ou as coisas como elas são.

Veja mais: 6 benefícios dos exercícios de alta intensidade (HIIT)

Diante desse desafio fica muito fácil priorizar o trabalho a qualquer outra coisa na vida, todo o resto parece menos significativo.

Se você é dono de uma empresa então, nem se fala. Eu já fui um e estou buscando a ser novamente. Você tem várias pessoas trabalhando com você que confiam e dependem do seu sucesso e do sucesso da empresa para alimentar suas famílias, comprar as coisas que desejam e realizar seus sonhos mais diversos.

Do outro lado, clientes dependem de você para terem lucros em seus negócios e conseguirem também manter os clientes deles e seus funcionários.

É muita responsabilidade. Mas para tudo isso funcionar, você precisa estar apto a tomar as decisões certas. E muitas vezes todo este ambiente cria uma atmosfera de pressão e estresse onde nem sempre sua performance é a esperada.

Atividade física e performance: priorizar para melhorar

Muitas vezes você nem percebe mas a atividade física impacta diretamente em sua performance.

Recomendamos para você:  Fones de ouvido podem conter até 10 mil bactérias, indica pesquisa!

Veja mais: Fica sentado demais e faz exercícios? Você está em perigo mesmo assim!

Veja o caso do Joshua Steimle, CEO da MWI e redator da revista Entrepreneur que fala em seu texto que quando ele priorizava o trabalho a atividade física, se sentia mais cansado, menos disposto, tomava decisões diante de estresse e em casa era um pai mais mal humorado, um pior amigo enfim, em todas outras áreas de sua vida ele perdia performance.

Eu sinto a mesma coisa, quanto estou em forma, consigo suportar melhor os problemas do dia-a-dia e até quando preciso pensar em algo novo ou repensar o meu negócio, saio para dar uma caminhada.

Magicamente, as ideias que antes pareciam impossíveis de aparecerem simplesmente borbulham na cabeça. Quando preciso criar, sempre saio andar.

Os exercícios melhoram você por completo, corpo, mente e espírito (seja lá qual for sua crença).

Além de aumentar o seu limite muscular e cerebral ou seja, você demora mais para ficar cansado depois de um dia inteiro de trabalho, a prática produz substâncias que te deixam mais alegre e pra cima durante o dia, com a mente mais aberta e facilitando aquelas tomadas de decisões importantes que você precisa fazer em seu trabalho. Tudo fica mais claro.

Mas o que significa priorizar?

Priorizar para o Joshua é desmarcar qualquer outro compromisso que você tenha para fazer sua atividade física. Primeiro, tenha um horário fixo que costuma praticar exercícios. Ao repetir este horário durante algumas semanas, ele se tornará um hábito.

Veja mais: Estudo promete: corpo fitness com 7 minutos de exercícios

Então fica fácil. Qualquer outra coisa é menos importante do que a atividade física. Sua empresa pode sobreviver a um re-agendamento de reunião, até mesmo a perda de um cliente, mas você não sobreviverá se perder sua saúde e pior, sua empresa também não.

Recomendamos para você:  Dieta Mediterrânea como emagrecedor e redutor do risco de doenças

Quando você se exercita, você se torna uma pessoa melhor, menos deprimida, mais disposto e forte e se tornará um pai ou mãe melhor, um melhor funcionário ou empreendedor, um melhor marido ou mulher ou melhor amigo. Com isso, você cria uma condição de ganha-ganha, segundo Joshua.

Qualquer coisa deve ser menos importante do que fazer atividade física. Trate isso como o padrão e então em casos de urgência como acidentes, entre outros, você consegue tratar como exceção e dar flexibilidade ao seu processo, sem perder o hábito de fazer exercícios.

Só não pode tratar tudo como exceção. Ai você não está priorizando a atividade física.

Passe a diante para quem prioriza o trabalho a atividade física.

No caso de Joshua, ele percebeu que seus funcionários também estavam caindo na mesma armadilha que ele, priorizando tudo a atividade física, e com isso perdiam produtividade. Então, ao ver os benefícios que estava tendo com a nova prática, tem criado políticas de incentivo para os funcionários se exercitarem e terem hábitos mais saudáveis.

Segundo ele, todos têm se mostrado mais felizes e com melhor performance e a empresa saiu ganhando. Mesmo trabalhando menos tempo eles ainda conseguem produzir mais.

Veja mais: Exercícios Físicos são uma verdadeira fonte da juventude

Será que cola? E você, dono de empresa, chefe ou mesmo funcionário, toparia fazer um teste com sua equipe, incentivando atividades físicas e ver como isso impacta a performance e o ambiente na sua empresa?

Segundo Einstein, louco é quem faz a mesma coisa e espera resultados diferentes! Não custa tentar.

Para Você

As informações aqui fornecidas, não devem substituir o aconselhamento médico ou de qualquer outro profissional qualificado. Elas são de responsabilidade do seu autor e não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Procure sempre o aconselhamento de seu médico ou profissional da área de saúde para maiores esclarecimentos. Não interrompa o tratamento e/ou indicações médicas.

CEO da Rais Saúde e da Connect HealthCare.
Técnico em Alimentos pelo CEFET-PR (99), Engenheiro Eletricista pela UDESC-SC (2009), MBA em Gestão empresarial pela FGV (2013), Trainee e 5 anos de experiência com Gestão de Projetos e Pessoas pela indústria de linha branca (2009-2014). Curioso em programação, blogs e sistemas e tudo que envolva Startups (minha fase atual profissional).

Atleta desde pequeno, apaixonado por basquete (já fui atleta semi-profissional na juventude), por academia e corrida (mas adoro esportes em geral) e música (toco meu violãozinho meia boca).

Também gosto de ciência (de onde viemos e para onde vamos) e neurociência, meditação e sempre curioso sobre como deixar nossa máquina “corpo humano” mais afinada e obter a melhor performance para o nosso dia-a-dia.

Ajude a Rais!

Contribua para que possamos continuar a promover uma vida saudável para cada vez mais pessoas.

Receba mais saúde por e-mail.

Comentários